Decidido! Você vai trocar o piso para renovar o visual da sua casa. E, se a escolha for por pisos frios sempre surge a dúvida: cerâmica ou porcelanato?

 

Práticos, duráveis e fáceis de limpar, os pisos frios são uma boa pedida. Os tipos mais procurados são cerâmicas e porcelanatos. Eles ficam ótimos em qualquer ambiente e são encontrados em diversas opções, tamanhos, cores e acabamentos, além das indicações de produtos para cada espaço.

 

Para fazer a escolha certa, o cômodo em que o piso será aplicado é o mais importante a ser pensado. Área molhada ou seca, internas ou externas, as características de uso dos ambientes devem ser levadas em consideração na hora de comprar o piso adequado e, se precisar de um auxílio profissional, um arquiteto pode te ajudar a encontrar a melhor indicação.

 

Banheiro, cozinha e área de serviço fazem parte da área molhada da casa, por isso precisam de um piso resistente à umidade. Já nas áreas secas como sala de estar e de jantar, quartos e corredores, vale ficar atento à circulação de pessoas. Se o tráfego de pessoas for intenso, a indicação é um piso mais resistente.

 

Áreas de aplicação checadas. E agora, cerâmica ou porcelanato?

 

Cerâmicas

 

Compostas por mistura de argilas, compostos e substâncias químicas são a opção mais econômica do mercado. Disponíveis nas versões esmaltadas e não esmaltadas.

 

Pisos de Cerâmica

 

Mais resistentes à ação de agentes químicos e à umidade, as esmaltadas possuem uma camada de esmalte que impermeabiliza a peça. Para saber se a cerâmica é esmaltada, basta verificar a sigla GL na embalagem. As não esmaltadas não possuem aplicação de esmalte e são representadas pela sigla UGL.

 

Outra dica é ficar atento à resistência ao desgaste dos pisos cerâmicos. A sigla PEI classifica a resistência à abrasão, ou seja, o quanto o piso resiste ao desgaste por atrito. Quanto maior o PEI, maior a resistência da cerâmica, indicando que ele vai durar mais tempo a ação natural de sujeiras abrasivas (areia, terra, poeira da rua etc) e alto tráfego de pessoas.

 

Por isso, sempre verifique o PEI na embalagem do produto, levando em conta as informações da tabela abaixo:

 

 

Porcelanatos

 

Durabilidade e resistência são a principais características dos porcelanatos. Constituídos por materiais nobres como massa porcelânica e argilominerais, possuem baixa porosidade e absorção de água (menos de 0,5%), alta resistência mecânica e alta resistência à abrasão. Além da facilidade de assentamento e acabamento diferenciado.

 

Porcelanato Casa Show

 

Classificação dos Porcelanatos:

 

– Esmaltado: possuem aplicação de esmalte na superfície, por isso são classificados pela tabela de resistência à abrasão (PEI) dos pisos cerâmicos. Encontrados em diversos acabamentos: brilho, rústico, acetinado, são mais resistentes a manchas.

 

– Técnico: sem aplicação de esmalte, são mais resistentes que os esmaltados e possuem baixa absorção de água (0.1%). Os Polidos recebem polimento mecânico que conferem brilho à peça, os Naturais, sem polimento mecânico, não têm brilho e seu acabamento é acetinado (semifosco).

 

Detalhes importantes:

 

1) Para assentar o piso com perfeição e garantir resistência, utilize rejunte e argamassa adequados para o tipo de cerâmica ou porcelanato que será assentado.

2) A mão de obra especializada também faz toda a diferença na qualidade do assentamento, durabilidade e resultado.

3) A limpeza deve ser feita com produto apropriado. Porcelanatos são mais sensíveis a produtos químicos que cerâmicas, por isso é importante utilizar produtos de limpeza específicos para este tipo de piso.

4) Compre 10% ou 15% a mais da quantidade estimada para a reforma. Servirá para manutenção e reparos futuros.

 

Escolher a melhor opção de piso para sua casa ficou mais fácil com essas dicas? Se você tiver mais dúvidas sobre pisos cerâmicos ou porcelanatos, compartilhe com a gente no espaço para comentários do post!

 

Até a próxima!

 

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA