Segurança em casa: 9 itens indispensáveis para residências com bebês

0
1123

Na época em que o bebê começa a descobrir coisas e aprende a se locomover sozinho, alguns cuidados com a sua segurança devem ser intensificados. Em casa, principalmente, tudo deve ser preparado para que nada ofereça riscos às crianças.

Essa é uma constante preocupação, principalmente para papais e mamães de primeira viagem, que sabem que a casa deve receber certas adaptações para o pequeno novo morador. Muitos pais, contudo, não sabem por onde começar, mas é possível adotar algumas medidas simples e bastante eficazes.

Se esse é o seu caso, fique tranquilo! Elencamos, no post de hoje, os 9 itens indispensáveis para residências com bebês. Confira!

1. Redes de proteção em janelas

Um dos maiores perigos em casa são as janelas, principalmente se você mora emapartamentos. Por isso, todas as suas janelas e também as sacadas precisam contar com redes de proteção e telas.

Acontece que, infelizmente, muitos acidentes ainda podem acontecer com as crianças, mesmo com essa proteção. Por isso, além das redes, é recomendável manter os móveis longe das sacadas e janelas, para que a criança não tenha nenhum tipo de apoio para subir.

2. Grades de proteção para escadas

Outro cuidado importante tem a ver com as escadas. Por menores que sejam, você deve instalar portões de segurança para evitar quedas de bebês e até mesmo de crianças um pouco maiores.

Se possível, coloque essas grades de segurança tanto no início quanto no final das escadas. Os portões de parede são a opção mais segura e firme. Evite os modelos de pressão, pois se o bebê tiver peso suficiente, ele consegue movê-lo com facilidade.

3. Protetores de quinas

Quando o bebê descobre que consegue se locomover sozinho engatinhando, você precisa ter cuidado com as quinas de todos os móveis. Isso é importante, pois ele tentará se apoiar em tudo o que vir pela frente.

Os móveis que possuem as pontas mais agudas podem machucar a criança. Por isso, providencie protetores para as quinas, que podem ser de silicone ou plástico. Não é preciso instalá-los na casa inteira, mas proteja aquelas pontas que julga serem as mais perigosas.

4. Protetores de tomadas

Esse perigo já é até mais “famoso”. As tomadas em casa são as responsáveis pela grande incidência de choque elétrico, em sua maioria causados em crianças, que têm os dedinhos pequenos e espertos, ávidos por descobertas.

Para manter essa segurança em casa, é só comprar protetores de tomadas. Alguns desses produtos vêm com a proteção dos furinhos e, além de seguirem os padrões e certificações de qualidade (o que é importante), também são feitos de materiais antibacterianos.

No entanto, é relevante mencionar que, além dos protetores de tomadas, os pais devem ensinar seus filhos que aquela região é perigosa. Isso evita que eles mantenham a curiosidade aguçada e retirem os protetores, depois de um certo tempo.

5. Trava para gavetas

A cozinha é o local da casa com mais risco de acidentes. Esse ambiente necessita de muitos métodos de segurança para os bebês. Não adianta só manter todos os utensílios que precisam estar fora do alcance das crianças: se estiverem guardados nas gavetas, é importante também travar sua abertura.

Essas travas são itens muito úteis na garantia da segurança em casa, pois impedem que as crianças puxem para si as gavetas e peguem objetos perigosos. Mas, em se tratando de cozinha, outras medidas também ajudam, como não deixar os cabos das panelas virados para fora do fogão, por exemplo.

6. Trava para sanitários

Outro lugar perigoso para bebês e crianças é o banheiro. Aliás, esse é um cômodo da casa que deve ser terminantemente proibido para eles! Sua entrada só pode ser permitida com o acompanhamento de um adulto.

Como não dá para confiar — justamente pela disposição dos pequenos por desafios e descobertas —, invista em travas para os vasos sanitários, pelo menos. Esses lacres impedem que a criança fique suscetível a afogamento.

7. Trava para armários de limpeza

Mais um local extremamente perigoso: o armário dos produtos de limpeza e higiene. Esses materiais colocam em risco a segurança em casa e devem ser corretamente armazenados em locais altos e trancados com chave.

O mesmo também vale para tintas, ferramentas mais pesadas, peças pequenas e outros produtos químicos. Essas coisas oferecem um grande perigo e as travas dos seus locais de armazenamento garantem que as crianças fiquem longe.

8. Organizadores de fios e cabos

Outro grande perigo para os pequenos são os fios elétricos e outros cabos espalhados pela casa. As cafeteiras, torradeiras, secadores de cabelo, chapinha e demais aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos oferecem um risco triplo — de enforcamento, queda e choque.

Por isso, o ideal é manter esses objetos guardados. Se isso não for possível, tente esconder seus fios em canaletas, depois de arrumá-los com organizadores. Esses artigos são bem fáceis de encontrar em lojas de artigos para casa.

9. Tapetes antiderrapantes e antialérgicos

Mais uma maneira bem simples de prevenir quedas e machucados nos bebês e crianças é ouso de tapetes antiderrapantes e também antialérgicos. Essa medida de segurança é importante até mesmo para os adultos da casa! Principalmente em pisos mais escorregadios e em locais como banheiros e cozinhas, a troca dos tapetes normais por esses antiderrapantes é essencial.

Como você pode notar, promover a segurança em casa é bem simples. Você só precisava descobrir quais são os itens necessários. Uma dica legal para descobrir quais deles serão indispensáveis é se ajoelhar e engatinhar pela sua casa, de forma que você sinta o ambiente como o seu filho sente. É uma mudança de perspectiva que revela todos os perigos que geralmente nós não vemos.

Além disso, a supervisão do adulto é tão indispensável quanto o uso dos itens de segurança, que podem ser encontrados facilmente em lojas de reforma, construção e utilidades para o lar. O cuidado e a atenção não podem nem conseguem ser substituídos por nada!

Se você gostou das nossas dicas sobre segurança em casa para os pequenos, aproveite e conheça também quais são os tipos de piso ideais para quartos de bebês e crianças!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria