Saiba quantos pontos de luz são necessários para iluminar bem um ambiente

0
1466

A iluminação é uma peça chave na decoração dos ambientes. Mais do que isso, ela exerce um papel funcional, de melhorar a visibilidade, aumentar a segurança e situar as pessoas no espaço. Pensando nisso, preparamos algumas boas dicas para te ajudar a definir quantos pontos de luz são necessários na iluminação dos cômodos da sua casa. Ficou curioso? Então continue lendo o nosso artigo.

Analise as dimensões do espaço

O primeiro passo para definir a quantidade certa de pontos de luz no ambiente é observar as dimensões do espaço. Veja qual é a área do cômodo e saiba que quanto maior ele for, mais iluminação será necessária. Isso faz toda diferença!

Considere a finalidade do ambiente

Outro aspecto importante a ser observado é a finalidade do espaço. Trata-se de uma área simplesmente decorativa? É um cômodo de leitura? É um ambiente de descanso? É uma sala que se destina ao convívio social? É uma fachada ou área externa? Tudo isso pode influenciar não só a quantidade, como também o tipo de iluminação. Vale ressaltar que há uma norma técnica (NBR ISSO – CIE 8995-1:2013) que informa quais são as recomendações específicas para iluminar os ambientes de acordo com a sua finalidade.

Use uma iluminação central

A regra básica para iluminar a sua casa da maneira adequada, é instalar uma luz central no teto do cômodo e utilizar outros pontos de luz para destacar os objetos como prateleiras, esculturas e quadros. Uma iluminação especial no jardim de inverno ou áreas externas também faz todo sentido!

Contrate profissionais para fazer seu projeto luminotécnico

Para acertar na quantidade de pontos de luz, procure auxílio técnico. Profissionais como arquitetos e engenheiros eletricistas possuem know how para te orientar. Até mesmo os funcionários de lojas especializadas podem te ajudar na definição de quantos pontos de luz serão necessários em cada cômodo.

Atente-se aos parâmetros mínimos

  • Cada cômodo deve ter ao menos um ponto de luz localizado no teto e cujo interruptor esteja instalado na parede.

  • A carga de luz para ambientes de até 6 m² deve ser de 100VA e para cada 4 m² a mais, deve ser adicionado 60VA. Vale destacar que essa quantidade de iluminação pode partir de uma única lâmpada ou pode ser distribuída entre várias.

  • A iluminação de um ambiente não precisa ser feita unicamente com lâmpadas convencionais, mas também por meio de pendentes, luminárias, abajures, arandelas, etc.

  • No banheiro o ponto de luz não deve ficar perto do chuveiro, a fim de evitar choques elétricos. O ideal é que a distância seja de no mínimo 60 cm.

  • Escolha boas lâmpadas, sempre observando a durabilidade e a economia no consumo.

  • Se o pé-direito tiver mais do que 3 metros de altura, use luminárias maiores, trilhos e pendentes grandes, e arandelas na parede.

  • Se o cômodo for brilhante e claro, com pisos brilhantes, móveis lustrados e espelhos, você precisará de menos iluminação artificial

  • Em ambientes opacos e escuros, prefira lâmpadas e luminárias potentes.

  • Não coloque os pontos de luz muito perto uns dos outros, pois isso pode causar desconforto visual.

Você pode conferir uma variedade de lindo produtos de iluminação no nosso site, clicando nesse link.

E aí, gostou das nossas dicas? Compartilhe suas opiniões conosco e muita luz para você!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria