Saiba como montar um orçamento doméstico

1
290

O orçamento doméstico é uma ferramenta indispensável para o bom andamento da casa. Além disso, ajuda a manter a vida financeira da família na mais perfeita ordem. Quando existe um orçamento doméstico, fica muito mais fácil poupar, planejar novas aquisições e quem sabe, investir em novos projetos de reforma e construção. Por outro lado, a falta do orçamento pode ser o caminho mais curto para as contas atrasarem e a família entrar no vermelho. Quer saber como montar o seu orçamento doméstico? Então continue lendo o artigo e confira as nossas dicas.

Decida mudar de hábitos

O primeiro passo para montar um orçamento doméstico é querer colocar as finanças da casa em dia. Isso requer uma boa dose de força de vontade, afinal, envolve disciplina, organização, planejamento e principalmente, mudança de hábitos. No começo, é difícil, mas com o passar do tempo você vai tirar esse desafio de letra. Se você está disposto não só a planejar, como também, manter o seu orçamento sempre atualizado, saiba que a parte mais importante do percurso já está percorrida.

Reúna os comprovantes de renda

Para fazer um bom orçamento doméstico, é crucial que você saiba quanto a família ganha por mês. Sendo assim, reúna comprovantes de salário, pensão, pró-labore, aluguel e extratos. Essa etapa é fundamental para definir um limite de gastos mensais.

Descubra  quanto se gasta por mês

Não basta saber quanto se ganha, é preciso saber quanto se gasta todos os meses. Crie o hábito de anotar as despesas fixas e variáveis, guarde notas e cupons fiscais, faça planilhas orçamentárias, prepare listas, levante os gastos mensais e atualize o controle dos custos constantemente. Desse modo você não será pego de surpresa no final do mês.

Estabeleça prioridades

As despesas de uma família são muitas (água, luz, moradia, transporte, plano de saúde alimentação, vestuário, etc) e a renda costuma ser limitada. Não dá para fazer tudo o que se quer e, justamente por isso, é necessário aprender a estabelecer prioridades. Separe os gastos essenciais dos gastos supérfluos e elimine os itens desnecessários, pelo menos até a vida financeira entrar em ordem.

Ajuste o orçamento às reais necessidades e condições da família

Cada orçamento doméstico deve refletir a realidade dos moradores da casa. É bom manter os pés no chão e não fazer muitas aquisições simultâneas quando a renda é pequena. Caso esteja nos projetos da família, fazer uma viagem ou uma reforma, envolva todos os membros nesse projeto, economizem juntos e apertem os cintos em outros aspectos, como por exemplo, as saídas dos finais de semana.

Dicas extras para montar e controlar o orçamento doméstico:

  • Cuidado para não transformar a compra de roupas, passeios e sapatos em gastos fixos. Esses itens devem fazer parte das despesas variáveis e isso deve estar claro no orçamento.

  • Use aplicativos para facilitar o controle do orçamento doméstico. Há muitas opções – inclusive gratuitas – no mercado.

  • Não jogue cupons, notas e recibos fora.

  • Aprenda a monitorar o extrato bancário.

  • Agende dias e horários específicos para fazer a revisão do orçamento doméstico.

  • Nada de passar o cartão de débito e crédito descontroladamente.

  • Separe um valor por mês para os imprevistos e despesas extras.

E aí, gostou das nossas dicas? Coloque-as em prática e colha como resultado maior controle financeiro e dinheiro sobrando no final do mês.

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria

Comments are closed.