Saiba como escolher as cortinas ideais para seus ambientes

0
1572

Além de embelezar os ambientes, as cortinas são artigos que exercem funções muito importantes na casa – afinal, garantem mais privacidade para os moradores e também ajudam a controlar a luminosidade dos cômodos.

Como no mercado existem diferentes opções de cores, texturas, modelos, tecidos e tamanhos, é preciso tomar certo cuidado ao eleger a cortina ideal. Pensando nisso, preparamos algumas dicas perfeitas para você não errar na hora da compra da sua cortina. Confira!

O tamanho certo da cortina

 

Quando as cortinas forem de tecido, o mais recomendado é que elas se estendam até o chão, exceto em casas onde exista elementos que delimitem a parte inferior da cortina, como por exemplo um painel ou um sofá. Vale destacar que as cortinas que possuem caimento mais discreto e suave podem ficar totalmente soltas sobre as janelas. Além disso, não precisam preencher toda a extensão da parede.

Em relação à metragem do tecido, de modo geral é necessário que a cortina tenha o dobro da largura do espaço a ser coberto, a fim de dar um efeito mais bonito e fluido. Outra dica importante é prestar atenção às proporções. Em casas pequenas, é melhor usar cortinas menos volumosas ou até mesmo persianas.

Que tecido usar?

 

A escolha do tecido está diretamente ligada aos gostos pessoais e à função que a cortina vai exercer no ambiente. Cômodos como salas de TV e quartos demandam cortinas mais espessas, que bloqueiem completamente a entrada de luz. Já os espaços como corredor, sala de estar e hall requerem cortinas mais leves, que permitam a entrada da claridade. Os tecidos pesados mais recomendados são as sarjas, crepes e veludo. Quanto aos tecidos leves, os especialistas em decoração de interiores indicam o uso de voil, microfibra, cambraia, renda, linho, seda e palha.

Qual cor escolher?

 

A principal regra na escolha das cores é não se distanciar do conceito da decoração. O tom deve dialogar com o restante da décor. Além disso, é preciso que exista harmonia entre as cores,  de modo que a cortina não seja conflitante com as paredes e o mobiliário do ambiente. Cumpre salientar que a tonalidade da cortina deve ser analisada com bastante critério. Se o cômodo já é cheio de detalhes e adornos, evite cores chamativas. Em espaços mais claros e com poucos móveis, uma cortina colorida com textura inusitada pode fazer toda diferença.

 

Truques extras para escolher a cortina perfeita

 

  • Meça a largura e o espaço onde a cortina será instalada;

  • Utilize o gesso para esconder o trilho e dar um melhor acabamento;

  • Verifique se a janela tem muita incidência de luz, pois isso ajuda na escolha do tecido;

  • Prefira as cortinas black-out para quartos;

  • Persianas motorizadas são perfeitas nas decorações de estilo clean ou futurista;

  • Cores neutras são atemporais e clássicas, enquanto cores vibrantes são irreverentes. Escolha o estilo que faz a sua cabeça!

Com as dicas acima, ficará mais fácil fazer a escolha da cortina ideal para cada ambiente. Atente-se ao estilo da decoração dos seus cômodos e à luminosidade desejada em cada um deles e boas compras!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria