Saiba como escolher rodapé para cada ambiente

0
2553

Talvez você ainda não saiba, mas já faz tempo que o rodapé deixou de ser um mero detalhe e se tornou um diferencial na decoração. Hoje, é possível encontrar a peça em diferentes formatos, cores e tamanhos. Mas se você não sabe como escolher rodapé para cada ambiente, fique tranquilo!

Neste post, falaremos sobre os tipos, os materiais e qual é o mais indicado para cada tipo de ambiente. Acompanhe e veja como acertar na escolha!

Quais os principais tipos de rodapé?

Presente no acabamento de diferentes pisos, o rodapé tem como função básica proteger a parede contra a sujeira e impactos. Para atender a essa necessidade com eficiência e, ao mesmo tempo, deixar os espaços mais sofisticados, é importante avaliar e conhecer os principais modelos disponíveis. Veja, a seguir, alguns deles:

Altos

Os rodapés altos costumam ter 15 cm, mas também podem ser encontrados com altura superior a 30 cm. Esse tipo de rodapé fica mais interessante em casas com pé-direito alto ou em ambientes com pé-direito duplo.

Baixos

Tradicionais e bastante comuns, os rodapés baixos são aqueles que possuem altura entre 5 e 10 cm. A opção é discreta e cai bem em qualquer tipo de ambiente, seja ele clássico ou moderno.

Lisos

Os rodapés lisos são básicos e possuem uma superfície homogênea. A ausência de detalhes torna o modelo ideal para compor ambientes que já possuem grande quantidade de elementos decorativos.

Frisados

O rodapé frisado é caracterizado por possuir linhas esculpidas ao longo da peça. Esses sulcos trazem um efeito interessante para decorar os ambientes mais ousados.

Quais os materiais disponíveis?

Independentemente do tipo de rodapé, as peças podem ser fabricadas com diferentes materiais. Os mais utilizados são as pedras naturais ― mármore e granito ―, a madeira ou MDF, cerâmica, porcelanato e poliestireno.

Durante a fabricação, as peças de rodapé ainda podem ser finalizadas com borda reta ou boleada, que dão o efeito arredondado.

Como escolher rodapé para cada cômodo?

Você pode escolher um rodapé pensando em combiná-lo com as cores da parede, com o acabamento das esquadrias ou até mesmo com o tipo de piso do ambiente.

De qualquer forma, é preciso garantir que o material escolhido seja resistente às atividades realizadas em cada espaço da casa. Confira, a seguir, dicas para tomar a melhor decisão.

Áreas secas

Espaços que têm pouco contato com a água podem receber todo tipo de rodapé. Nas salas de estar ou jantar, por exemplo, você pode obter um efeito elegante e diferenciado com a adição de rodapés altos de MDF ou poliestireno.

No quarto ou na suíte com closet, escolha modelos em madeira clara ou escura para trazer a percepção visual de calor e conforto. O acabamento frisado também é uma boa pedida para trazer beleza aos espaços íntimos.

Áreas molhadas

Ambientes em contato com a umidade pedem atenção na escolha dos rodapés. Nas cozinhas, varandas e lavanderias, você pode optar sem medo por modelos feitos em cerâmica ou porcelanato.

O banheiro pode ganhar destaque com rodapés altos de mármore ou granito que, além de bonitos, facilitam o processo de limpeza. Se esse ambiente for pequeno, a dica é escolher um modelo de rodapé na mesma cor do piso ou da parede para dar a sensação de amplitude.

Áreas externas que têm contato com as intempéries pedem modelos resistentes à água e de fácil manutenção. Se você tem uma sacada ou área de churrasqueira, deve considerar a escolha de um material de rodapé escuro e durável, como as pedras naturais ou a cerâmica.

Você viu como escolher rodapé para cada ambiente não é tarefa difícil. Para isso, basta respeitar as necessidades dos espaços e escolher o melhor material para cada cômodo.

Gostou do nosso post? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos complementares para decoração da casa em primeira mão!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria