Rejunte é tudo igual? Veja como escolher o ideal

0
1876

É muito comum, ao construir ou reformar, voltarmos nossa atenção para a escolha dos pisos e revestimentos e relegarmos os rejuntes para o segundo plano. Bom, é hora de rever esses conceitos.

O rejunte é muito importante tanto na estética quanto na qualidade final do projeto. Ele tem a função de ajudar a proteger o ambiente de vazamentos e umidades, de dar a regularidade entre as peças de pisos e azulejos e ainda o acabamento final.

É preciso, portanto, escolher o rejunte certo para cada piso e ambiente, evitando assim problemas futuros. Conheça os rejuntes disponíveis no mercado e aprenda a escolher o ideal!

Tipos de rejunte

Rejunte cimentício para cerâmica

Flexível, é recomendado tanto para ambientes internos como para externos. Seu espaçamento mínimo deve ser de três milímetros e é também o mais barato e o mais utilizado no mercado.

Rejunte cimentício para porcelanato

Também flexível, possui os mesmos componentes do rejunte para cerâmica e é indicado para o assentamento de porcelanatos em áreas internas e externas. Possui espaçamento mínimo de dois milímetros e tem valor, qualidade e acabamento semelhante ao do rejunte para cerâmica.

Rejunte epóxi

É recomendado para o assentamento de cerâmicas, porcelanatos, pastilhas e azulejos de áreas externas e internas. Tem espaçamento mínimo de um milímetro. Se você preferir um rejunte mais impermeável, aposte no epóxi, que é menos absorvente, mas atenção: a aplicação deste rejunte é mais complicada e requer mão de obra qualificada.

Rejunte acrílico

É usado em revestimentos cerâmicos, pastilhas e porcelanatos em áreas internas e externas. Tem custo um pouco mais elevado, porém é de melhor qualidade e possui acabamento mais liso. Seu espaçamento mínimo é de dois milímetros.

Cor do rejunte

A escolha da cor do rejunte é fundamental, pois irá afetar diretamente a estética final do revestimento. Se você quer um efeito mais harmonioso e sutil, de continuidade entre as peças, a cor do rejunte deve ser similar ou igual à tonalidade do revestimento.

Já se o seu intuito no projeto for provocar contraste, escolha um rejunte de cor mais escura ou de tom bem mais claro. Vale ressaltar que os rejuntes escuros disfarçam a sujeira que costumam se acumular nesses espaços.

Dicas

O tamanho da junta é bastante relevante na hora de escolher o rejunte correto: os cimentícios são utilizados em juntas maiores, enquanto o acrílico e o epóxi são indicados para juntas menores. No entanto, se quiser uma textura mais lisa, é possível sim aplicar acrílico e epóxi em juntas maiores.

Para um resultado perfeito, na aplicação é indispensável que as peças cerâmicas estejam limpas, secas e que o rejunte seja preparado de acordo com as recomendações do fabricante. Para facilitar o processo, na aplicação use uma desempenadeira de borracha ou uma espátula flexível e não demore para retirar o excesso de produto, ou ele pode impregnar. Após aproximadamente 40 minutos da aplicação, limpe o revestimento com uma esponja macia e úmida.

Agora que já sabe qual material escolher, visite nossa seção de rejuntes e encontre o produto perfeito para o seu lar!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria