Como saber quando é hora de reformar a casa?

0
1233

Tem gente que adora uma boa reforma e não abre mão de pelo menos uma pequena renovação na casa a cada ano, não é mesmo? Já outras pessoas passam muito tempo sem fazer nenhum reparo, mesmo que o imóvel esteja gritando por socorro e manutenção.

Para evitar transtornos, quebradeiras e gastos fora de hora, é preciso ter sensibilidade e sabedoria para definir o momento adequado para reformar.  Assim você não precisa ser nem 8 nem 80 quando se trata de reformas domésticas! Então confira agora mesmo nossas dicas para acertar em cheio:

Veja se há infiltrações

Infiltrações não são apenas problemas estéticos. Uma parede infiltrada pode, a médio e longo prazos, causar transtornos enormes, como estufamento, rachaduras, queda de azulejos, defeitos no revestimento e até comprometimento estrutural. Isso tudo sem contar o indesejado mofo, que, além de deixar a casa desagradável, pode provocar alergias respiratórias e cutâneas. E isso significa que, ao primeiro sinal de infiltração, você deve cogitar, sim, a possibilidade de reformar a casa.

Confira as instalações

Por mais que você faça uma boa manutenção preventiva da residência, vale lembrar que as instalações elétricas e hidráulicas possuem um prazo de validade. Por isso, antes de decidir se vai reformar ou não, verifique se todas as instalações estão em ordem, conferindo se as intervenções podem esperar um pouco mais. Vale ressaltar que picos de energia, cheiro de queimado, fiação fina e pedaços emendados são sinais de alerta. Nesse cenário, reforme o quanto antes para evitar incêndios e curtos-circuitos. No caso das instalações hidráulicas, os vazamentos e os canos estourados são os principais indícios de que já passou da hora de reformar.

Verifique os acabamentos

Se os acabamentos, como os pisos e as louças, por exemplo, estiverem esteticamente ultrapassados ou danificados, é importante substituí-los por materiais mais modernos. Nesse tipo de reforma, o ideal é optar por itens bonitos e duráveis. Além disso, prefira peças com cores e formatos atemporais, assim você adia reformas futuras, bem como consegue manter o imóvel valorizado.

Avalie mudanças no estilo de vida

Caso um bebê esteja a caminho, esse é o momento certo para transformar o escritório em um lindo quartinho infantil. Se aquele parente idoso vai morar em sua casa, pode ser que você precise reformar o imóvel para deixá-lo mais seguro. Aí leves mudanças, como diminuir as quinas, colocar piso antiderrapante e guarda-corpo na escada já podem ser suficientes para receber o novo morador. Em caso de moradores com problemas de locomoção, talvez seja necessário fazer intervenções mais drásticas, a exemplo da ampliação das portas.

Examine suas pretensões

Quem pretende vender o imóvel deve cogitar a possibilidade de reformá-lo para agregar mais valor e facilitar a venda, afinal, os compradores, de modo geral, preferem imóveis novinhos. Porém, se você não vai vender, mas comprar um imóvel, talvez também seja necessário reformá-lo. Isso pode acontecer se você encontrar uma casa ampla ou um apartamento espaçoso, com um bom preço e ótima localização, mas com decoração e arquitetura antigos, por exemplo. Nesse caso, terá que investir tempo e dinheiro para deixar o imóvel a sua cara!

No site da Casa Show você encontra todos os materiais que você precisa para uma reforma. Clique aqui e confira!

Viu como é super fácil identificar a hora certa de reformar? Conseguiu perceber em qual caso se enquadra? Que tipo de reforma vai precisar encarar pela frente? Comente aqui e compartilhe suas impressões conosco!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria