Reforma de casa com pouco dinheiro? 7 dicas para economizar!

2
2305

Você está pensando em reformar a casa ou algum cômodo específico, mas sempre desiste quando pensa nos gastos excessivos que você pode ter? Acredite, muita gente passa pelo mesmo problema, já que a reforma de casa pode sim, muitas vezes, extrapolar o orçamento e sair do controle.

A boa notícia é que existem algumas maneiras de gastar pouco e conseguir fazer tudo o que você deseja na sua casa com economia. Neste post, você vai conferir algumas dicas incríveis para poupar na hora de reformar, sem deixar que isso vire um pesadelo na sua conta bancária. Quer saber mais? Confira!

1. Faça um planejamento

A primeira e mais importante dica na hora de pensar na reforma de casa é sobreplanejamento e organização. Sem essa dupla, tudo pode sair do controle em um piscar de olhos. Veja quais são as necessidades de conserto e o que você pretende mudar em sua casa e pesquise valores de materiais e mão de obra. Assim, você consegue fazer uma prévia de quanto você vai gastar com toda a reforma.

2. Tenha uma reserva financeira para isso

Mesmo que os materiais possam ser parcelados, é importante ter um fundo de reserva especialmente para cobrir gastos fora do planejado, como um cano estourado ou alguma fiação que precise ser trocada. Além disso, alguns lugares oferecem um bom desconto para pagamento à vista.

3. Contrate profissionais

A contratação de arquitetos e decoradores pode parecer um investimento a mais na hora da reforma, mas a verdade é que pode representar uma grande economia no fim das contas. Esses profissionais conhecem o mercado, sabem onde estão os melhores preços e podem conseguir valores com descontos.

Esses profissionais também são indispensáveis na reforma, já que têm conhecimento de estrutura e composição do ambiente. Isso diminui o risco de erros arrependimentos futuros, como uma parede construída no lugar errado ou a compra de algum móvel que não é do tamanho ideal.

4. Tome cuidado com materiais muito baratos

Nem sempre os materiais mais caros são sinônimos de qualidade, mas tome cuidado com peças muito mais baratas que as marcas concorrentes. Ao optar por peças com preços muito discrepantes do restante, você pode ter surpresas futuramente e ter que recomeçar do zero.

Pesquise a qualidade das marcas, converse com vendedores e opte por materiais que oferecem preços bons e durabilidade.

5. Opte por uma boa mão de obra

O mesmo vale para profissionais especializados: não se iluda com preços muito em conta e opte por profissionais com referências no mercado e que tenham conhecimento do assunto. Do contrário, você pode ter muitas dores de cabeça para consertar os erros dessa reforma.

6. Faça você mesmo

Se a reforma não exige a demolição de paredes e outros serviços complexos, que tal se aventurar e fazer você mesmo algumas mudanças em casa? Pintar as paredes, reformar alguns móveis, instalar adesivos e trocar aquelas torneiras que já estão antigas ou instalar um novo chuveiro elétrico são trabalhos que exigem tempo, mas que você mesmo pode fazer. Mas atenção: tenha bom senso e saiba quando é o momento de contratar ajuda profissional.

7. Reaproveite e recicle o que você já tem

A reforma é vista como uma mudança total e os móveis antigos acabam sendo descartados. Porém, reaproveitá-los pode significar uma grande economia: que tal pintar aquela cômoda antiga de outra cor ou reformar seu antigo sofá? Simples mudanças podem transformar o ambiente sem que você precise comprar nada novo.

A reforma de casa é um desafio que exige paciência, pesquisa e, acima de tudo, muito planejamento. Leve o tempo que precisar para organizar suas finanças e planejar tudo o que precisa ser feito. Só assim essa fase pode ser concluída com tranquilidade e sem se transformar em um pesadelo.

Para te ajudar a poupar ainda mais na reforma de casa, que tal descobrir como economizar na compra de materiais de construção?

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria

2 COMENTÁRIOS

Comments are closed.