Piso sobre piso: como fazer a técnica

0
1016

Enjoou do seu piso, mas não quer nem pensar em grandes reformas, quebra-quebra ou entulho? Então a técnica de assentamento de piso sobre piso é o ideal pra você.

Sim, é possível apenas assentar o revestimento novo sobre o antigo, no caso de cerâmicas, madeiras ou carpetes. Além de menos trabalho e sujeira, essa opção diminui os custos da reforma, já que não exige serviço de demolição e descarte de entulho, e o melhor: a técnica não traz nenhum prejuízo à construção, desde que o assentamento seja feito de maneira correta e com materiais de qualidade.

Vantajoso, não? Veja o passo a passo de como fazer a técnica do piso sobre piso. 

1 – Nivelamento

Primeiramente, antes de iniciar a instalação, verifique se a superfície está bem nivelada, e também se apresenta declividade correta para ralos e pontos de saída.

2 – Avaliação

O segundo passo é verificar se o revestimento antigo está bem aderido – você pode testar a aderência batendo um cabo de vassoura sobre as peças; se ouvir um barulho oco, é porque o piso não está colado.

Retire as peças soltas ou com problemas como fissuras e trincas. Nesses locais, preencha a diferença de altura com argamassa colante, e atenção: essa avaliação deve ser feita pelo menos um dia antes do assentamento.

3 – Limpeza

Limpe toda a superfície onde a argamassa será aplicada – não deixe de retirar toda a cera ou sujeira que possa existir nos pisos.

Depois, verifique novamente se não há nenhum desnível. Se constatar alguma diferença, preencha o espaço com massa antes do assentamento.

4 – Preparação da argamassa

Prepare a argamassa colante conforme as instruções do fabricante, até que fique homogênea.

Atenção: as argamassas colantes possuem tempo de utilização curto – o produto deve ser usado no máximo em duas horas e meia, geralmente. Portanto, espalhe a argamassa em uma região limitada para que você tenha tempo hábil de assentar a cerâmica.

Ah, e lembre de fazer saliências na superfície da argamassa com o auxílio dos dentes de uma desempenadeira de metal.

5 – Assentamento

Aqui, valem as práticas comuns de assentamento de piso. Assim como no piso antigo, passe argamassa no fundo do novo revestimento, fazendo também as saliências com a desempenadeira.

Instale o novo piso com cuidado para que fique bem assentado. Depois, para obter um melhor nivelamento da placa, bata na peça com um martelo de borracha.

Após o assentamento, retire o excesso de argamassa das juntas com uma esponja úmida e proteja a superfície com lona ou papelão. Aguarde o tempo de secagem da argamassa colante conforme a indicação do fabricante. Geralmente, é preciso esperar até 72 horas. 

6 – Rejunte

A argamassa de rejuntamento deve ser específica para o tipo de cerâmica escolhida, além de compatível com o tamanho da junta.

Aplique o rejunte com desempenadeira de borracha ou espátula plástica com cuidado para preencher completamente os espaços entre as peças. Em seguida, remova o excesso com a própria desempenadeira.

Espere entre 15 a 40 minutos e limpe novamente o excesso, dessa vez com uma esponja macia e úmida. Caso tenha utilizado rejunte tipo epóxi, a limpeza deve ser feita imediatamente após a aplicação.

Passe a esponja limpa (molhe e torça o item frequentemente com água limpa) no piso, até deixá-lo totalmente livre de restos de rejunte, e voilá: aí está o seu piso novinho de forma prática, rápida e econômica!

Quer ver o passo a passo de um assentamento de piso sobre piso? Confira o tutorial preparado pela Cerâmica Portinari.

Gostou da técnica? Fique de olho em nossos canais que vem muito mais dicas e ideias por aí!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria