Da obra para os interiores: saiba como usar cimento na decoração

0
1310

E se o cimento fosse mais do que um material de construção ou um elemento estrutural da sua casa? É um caso a se pensar,  já que o item está cada vez mais presente nas decorações modernas. Tradicionalmente escondido nas construções, este material tem se mostrado bastante versátil e democrático, criando efeitos incríveis nos projetos arquitetônicos. Hoje, o cimento já não precisa ser velado por acabamentos refinados, como gesso. Afinal, o cimento exposto consegue atingir um resultado interessante, que mescla o rústico com o sofisticado.

Quer aprender a usar o cimento na decoração de sua residência? Então acompanhe nosso post!

São várias as possibilidades, escolha a sua!

O cimento pode ser usado em uma infinidade de detalhes e ambientes, como por exemplo as áreas externas, piso, revestimento de paredes, vigas e colunas. Vale destacar que a popularização desta tendência arquitetônica tem feito novas técnicas surgirem a cada dia. Estas técnicas visam adequar o material aos projetos de decoração, preservando a rusticidade  tão característica do cimento.

Cimento queimado ou tecnocimento?

Estas são as duas principais opções de cimento decorativo, e é necessário saber distingui-las para escolher a melhor alternativa para a sua casa. O cimento queimado é um tipo de acabamento muito usado no Brasil, especialmente por conta do preço acessível. Trata-se de um combinado de cimento, areia e água, ou seja, uma argamassa simples. O que diferencia o cimento queimado de um cimentado comum é a finalização do processo com a técnica de “queimar”. Se você relacionou o procedimento com fogo, saiba que não tem nada a ver! Na verdade, a técnica consiste em jogar e espalhar pó de cimento na argamassa ainda mole, até que a superfície fique bem lisa.

O tecnocimento, por sua vez,  é um acabamento cimentício com efeito ainda melhor do que o do cimento queimado. Ele nasceu diante das necessidades da arquitetura contemporânea de garantir um toque rústico e sofisticado nas decorações com cimento aparente. Existem várias cores de tecnocimento, e a principal vantagem desta técnica é que ela pode ser aplicada em revestimentos pré-existentes, como concreto, chapas, pastilhas, cerâmica, pedras, porcelanatos e granitos, dentre outros.

O que você precisa saber sobre o uso de cimento na decoração?

  • Tanto o tecnocimento quanto o cimento queimado são resistentes e de fácil manutenção;

  • A limpeza deve ser feita apenas com água;

  • A finalização com silicone ou verniz pode ajudar a conservar o cimento bonito;

  • Em decorações no estilo industrial ou rústico, o revestimento cimentício cai super bem;

  • Nas decorações clássicas e sofisticadas, a proposta deve ser usada com moderação;

  • O cimento na decoração está tão em alta que as tintas em diferentes tonalidades de cinza também estão fazendo parte das decorações contemporâneas: aposte na ideia;

  • Bancadas de cimento são excelentes alternativas para apartamentos modernos;

  • Use ceras de qualidade para lustrar o piso feito deste material;

  • Se o piso não for bem selado e polido, provavelmente você terá problemas no futuro;

  • Trata-se de um revestimento duro e frio, portanto, no outono e no inverno é interessante usar tapetes para deixar o ambiente mais aconchegante.

Você gosta do acabamento cimentício? Já sabia que o cimento está em alta na decoração de interiores? Compartilhe sua opinião com a gente!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria