Qual o melhor tipo de piso para a garagem?

0
8222

Será que na garagem se deve usar o mesmo piso escolhido para o restante da casa? Quais características o piso desse ambiente deve ter? Que material se deve escolher para evitar aquele incômodo barulho provocado quando o pneu entra em atrito com o chão? Qual revestimento é mais seguro e impede que se escorregue na hora de lavar o espaço? Essas dúvidas são super comuns na hora de decidir qual será o piso da garagem, não é verdade? E se alguma dessas questões já tomou mais de 5 minutos do seu tempo, é melhor continuar lendo o nosso artigo para esclarecê-las de uma vez por todas! Então confira:

Não escolha qualquer piso

Um grande erro é querer economizar no piso da garagem e acabar escolhendo qualquer material só porque essa não é uma área de convivência. Para que investir em um piso bonito e de qualidade se ninguém, além de você, vai frequentar o ambiente, né? É isso que muitas pessoas pensam na hora de escolher entre um revestimento e outro para o espaço, o que acaba conduzindo ao equívoco de comprar um piso ruim ou querer aproveitar diversas sobras de pisos do restante da casa.

Opte por produtos resistentes

Quando for comprar o piso para sua garagem, escolha produtos de marcas confiáveis, matérias-primas de qualidade e garantia de resistência. Quando o piso é bom, as chances de o carro afundar o piso, das peças quebrarem ou do óleo — que eventualmente escorre do veículo — acabar manchando o revestimento são significativamente menores. Melhor se prevenir do que ter o dobro de trabalho, não concorda?

No site da Casa Show você encontra pisos de qualidade para sua garagem. Clique aqui e confira!

Cheque prós e contra de cada piso

Piso cerâmico liso

O piso de cerâmica lisa é prático para instalar, barato para comprar e fácil de limpar. Eventuais manchas nessa superfície também são bem tranquilas para remover. No entanto, a grande desvantagem desse material é que não dá para evitar o barulho dos pneus no piso.

Piso cerâmico emborrachado

Ao contrário do modelo acima, o piso cerâmico emborrachado não provoca barulho. Além disso, mesmo que esteja molhado, esse piso não é escorregadio. O problema dessa opção é a dificuldade para fazer a higienização, pois a sujeira gruda bem no chão, o que acaba demandando muito mais força para limpar.

 

 

Piso de concreto

Supereconômico, o piso de concreto — ou contrapiso — é a alternativa mais interessante quando não se tem muita verba disponível para colocar o piso da garagem. A desvantagem dessa opção é que a estética não é tão bacana e, com o tempo, manchas podem surgir. A boa notícia é que futuramente você poderá assentar qualquer outro piso por cima, afinal, essa é apenas uma medida provisória.

Piso de pedra

Os pisos de pedra deixam as garagens mais sofisticadas e bonitas, além de serem materiais bem resistentes. A desvantagem é o alto preço do material e da mão de obra para instalação. Entretanto, o custo-benefício costuma compensar, já que esse piso alia beleza, qualidade e funcionalidade.

E então, de que piso é a sua garagem atualmente? Pretende apostar em novos materiais para reformar essa parte da sua casa ou está satisfeito com a composição atual? Comente aqui e compartilhe suas opiniões e experiências conosco!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria