Jardim na varanda do apartamento: aprenda como planejar

2
1347

Um jardim na varanda é uma excelente opção para quem mora em apartamento e, mesmo sem dispor de uma grande área externa, deseja manter o contato com a natureza e dar um toque de verde no dia a dia.

Para fazer o planejamento do seu jardim, você pode optar por um projeto simples ou por um mais complexo. O investimento também pode variar: é possível gastar centenas de reais ou uma quantia bem mais modesta. O primeiro passo é decidir que tipo de jardim você quer – um que exija pouca manutenção ou praticamente um quintal interno? – e avaliar a condição da sua varanda, verificando o espaço que tem disponível e incidência de luz solar. Estes fatores irão afetar diretamente na escolha das plantas e flores e na disposição do jardim de acordo com o tamanho da área.

Confira as ideias que selecionamos para que você planeje seu jardim na varanda ou sacada do apartamento:

Verifique as regras do seu condomínio

Antes mesmo de começar a montar o seu jardim, é preciso verificar quais são as regras condominiais que você deve seguir. Pode pendurar algo na fachada? Existe algum limite de tamanho para as plantas? É preciso pedir algum tipo de autorização?

Analise o tamanho do espaço disponível

Mesmo varandas bem pequenas – ou até mesmo sacadas – podem abrigar um jardim. Pense no seu espaço de forma tridimensional. Existe algum espaço vertical em que você pode plantar ou pendurar vasos? Mesmo em um ambiente limitado, é possível fazer coisas fantásticas usando, por exemplo, uma parede de treliças. Verifique, ainda, o máximo de peso que sua varanda aguenta. Lembre-se de que vasos com areia costumam ser bem robustos.

Confira a incidência de luz solar

Muitas pessoas não têm a mínima ideia de quantas horas de luz solar direta a varanda recebe. Neste espaço específico, a conta fica ainda mais difícil, já que prédios ou paredões podem obstruir o sol em algumas partes da varanda. É necessário reservar um tempo para observar quantas horas de sol sua varanda recebe se você quiser que suas plantas cresçam saudáveis. Para isso, é preciso que você cronometre o tempo com um relógio ou celular ou use gadgets para calcular a incidência de luz solar. Leve em consideração para seus cálculos que a movimentação do sol muda do inverno até o verão.

Confira as espécies de plantas mais adequadas para cada nível de incidência do sol:

  • Varandas ensolaradas: moreia bicolor, pleomele, jabuticabeira e palmeira fênix. Neste caso, é importante ficar atento à necessidade de rega de cada planta e ao posicionamento adequado das espécies para que recebam a ação do vento frequentemente.

  • Varandas com meia-sombra: pândano espiral, pau-d’água, pameira-ráfis e lança-de-são-jorge. O cuidado a se ter, com esta incidência de sol e estas espécies, é com adubação, limpeza e irrigação.

  • Varandas com muita sombra: bromélia de sombra e plameira-ráfis. Nesta situação, é preciso ficar atento à rega: o excesso de água pode ser mais prejudicial que a falta dela.

Avalie também as condições climáticas antes de escolher as plantas

Locais como varandas e terraços podem ser bem quentes. Nem todas as plantas são tolerantes ao calor, ao frio ou ao vento. O espaço que você tem é praticamente um forno? Não é uma boa opção, por exemplo, optar pelo alface, mas um cactus, por outro lado, seria uma excelente escolha. Se venta muito na sua varanda, o ideal é dar preferência para plantas maiores, menos frágeis.

Tenha atenção ao fator água

Como você pretende molhar suas plantas? Com uma mangueira? Um regador? Ou balde? Leve este item em consideração porque no verão, por exemplo, algumas espécies exigem ser regadas pelo menos duas vezes ao dia. Sem acesso à mangueira, você terá que carregar baldes de água pelo apartamento, o que pode ser uma problemática para algumas pessoas. Caso viaje muito ou não tenha disponibilidade para regar suas plantas constantemente opte por espécies que necessitem de menos água.

Lance mão de vasos e aproveite as paredes

Como já dissemos, é importante que você encare seu jardim de forma tridimensional. Varandas de apartamento costumam ter espaço limitado: neste caso, uma solução que funciona e provoca um efeito bonito é utilizar vasos decorativos para expor as plantas e aproveitar as paredes para um fazer um jardim vertical. Vale, inclusive, unir as duas ideias: uma dica é colocar uma treliça ou suporte na parede e pendurar vasos coloridos. Desta forma, você deixa as suas flores à mostra e decora o local sem comprometer o espaço do chão.

O melhor a fazer, no caso de iniciantes, é começar devagar. Veja se você vai gostar de jardinagem e perceba quando tempo você vai querer passar dando atenção às plantas. Você sempre pode comprar mais espécies, então comece com poucas e verifique o que funciona ou não na varanda do seu apartamento!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria

2 COMENTÁRIOS

Comments are closed.