Guia prático: pinte você mesmo a sua parede

1
1772

O novo ano está chegando e à medida que 2015 se aproxima, aumenta a vontade de renovar a casa. Uma boa forma de fazer isso é apostar em uma boa pintura para mudar a cor das paredes.

Pintar a casa é uma maneira prática, rápida e econômica de mudar a cara do imóvel. O melhor de tudo é que você nem precisa contratar um pintor profissional. Seguindo nossas dicas você consegue pintar sua residência sozinho. Duvida? Então confira nosso post e mãos à obra!

Meça as paredes a serem pintadas

Para acertar na quantidade de latas de tinta, é importante medir as paredes e anotar as dimensões do espaço. Leve as anotações com você na hora da compra e peça auxílio do vendedor para comprar a quantidade certa. Nesse caso é preciso considerar não só o tamanho das paredes, como também o rendimento do produto.

Escolha as tintas

Quando se trata de escolher as tintas, muitas pessoas se preocupam apenas com a beleza da cor, mas é necessário também se atentar o efeito que você quer criar no espaço. Cores claras, por exemplo, transmitem a ideia de tranquilidade e amplitude. Tons quentes passam a ideia de alegria e tons mais fechados dão a impressão de que o espaço é menor. Leve isso em conta na sua escolha! Além disso, opte por uma boa marca e informe-se sobre o rendimento e cobertura do produto. Se possível, compre uma lata pequena para testar a cor na parede, pois a tinta costuma apresentar alterações significativas após a secagem.

Cuide dos preparativos

Como bom pintor amador você deve se preparar para a pintura da forma adequada. Vista roupas velhas, calce tênis antigos, afaste os móveis da parede e cubra-os com lona. Além disso, não se esqueça de isolar os rodapés e portas com fita crepe larga.

Tire os quadros e cortinas

Para não estragar os objetos decorativos da sua casa e evitar que a tinta respingue neles, tire quadros, nichos, cortinas e espelhos da parede. Leve-os para um lugar seguro e só devolva-os para o ambiente de origem após a completa secagem.

Proteja o chão

É inevitável! Por mais que você tome todo cuidado do mundo, a tinta acaba respingando. Se o seu piso não estiver protegido, ele pode acabar manchando, o que vai dificultar a limpeza posterior. Para evitar que isso aconteça, forre o chão com jornal ou papelão.

Separe os materiais

Além da tinta você vai precisar de trincha, rolo de lã, bandeja para tinta, fita crepe, lixas de parede, misturador de tinta, jornal ou papelão, lona para forrar os móveis, vassoura, pano seco e escada. Deixe tudo ao alcance das mãos para agilizar e facilitar o trabalho.

Esses materiais você encontra no site da Casa Show. Clique aqui e aproveite produtos de qualidade para deixar sua casa linda!

Lixe a parede

Use uma lixa grossa (80 – 120) para preparar a parede e deixá-la lisinha. Finalize o lixamento com uma lixa mais fina (180 a 240), para garantir um acabamento perfeito. Feito isso, use a vassoura ou pano para remover o excesso de pó.

Prepare a tinta

Abra a tinta e utilize um misturador para mexê-la. Em seguida, despeje parte da tinta na bandeja e dilua em água conforme as recomendações contidas na embalagem. Novamente mexa bem.

Comece a pintar

Com a tinta misturada, molhe o pincel no produto e passe a tinta fazendo o contorno da parede, bem rente à fita crepe. Umedeça o rolo de pintura e tire todo o excesso de água, até que ele fique quase seco. Após essa etapa, molhe o rolo na tinta sem encharcá-lo, seguindo sempre a mesma direção. Se você pintar na vertical e na horizontal, o acabamento não ficará bom.

Espere a secagem e aplique uma nova demão

É comum que na primeira demão a pintura não cubra toda a parede. É por isso que o processo deve ser repetido. Normalmente duas ou três demãos são suficientes para uma boa cobertura.

Hora de finalizar

Após a última demão, espere a secagem e tire toda a fita crepe. Lave e organize todo o material que você usou, limpe o chão e depois de aproximadamente seis horas você já poderá colocar tudo no lugar, inclusive os quadros e cortinas.

E aí, você gostou do nosso guia prático de pintura de paredes? Compartilhe suas opiniões com a gente através dos comentários. Até a próxima e continue acompanhando as novidades do nosso blog!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria

Comments are closed.