Guia de pintura para casa: acerte na escolha das tintas

5
12494

Confira dicas de decoração, tipos de tinta e pincéis, tudo que você precisa para fazer a pintura sozinho ou mesmo quando é preciso chamar um pintor.

 

Na hora de mudar a cor das paredes ou até mesmo escolher as tintas para a casa nova, sempre surgem centenas de dúvidas. Por isso mesmo vamos te ajudar dando dicas de como decidir sobre cores, tipos de tintas, para quem vai fazer a reforma sozinho e muito mais. Confira e deixe sua casa linda e do seu jeito. 😉

 

mulher-escolhe-tinta-parede-como escolher-tinta

 

Ao começar, o certo é sempre iniciar na pintura do teto, depois as paredes, portas, janelas e, por último, os rodapés (tem um post falando só desses detalhes, você pode conferir aqui). Porém, antes de tudo é importante que o ambiente esteja, de preferência, vazio. Se não for possível tirar todos os móveis, arraste-os para o centro e forre-os muito bem com panos, para que nenhum pingo de tinta caia sobre os eles. O chão deve ser coberto com jornal, além disso, tenha sempre por perto um produto para tirar manchas de tinta e espátulas para raspar – quanto antes você remover os pingos, melhor. Nos vidros, uma dica para tirar respingos é utilizar cebola. Isso mesmo: corte-a ao meio e esfregue em cima da mancha. 😉

 

 

casa-mulher-pintando-parede

 

 

Lembre-se que o ambiente a ser pintado deve estar limpo e as paredes devidamente preparadas, sem nenhum acessório ou marca na superfície. A eletricidade deve permanecer desligada durante todo processo. Tenha cuidado com as tomadas e interruptores, remova-os antes de começar a pintura ou forre-os com fita crepe. Os lustres devem ser retirados e as aberturas devidamente forradas.

 

 

pintura-em-casa

 

 

Preparação da superfície que vai receber a pintura

 

A superfície deve estar firme, coesa, limpa, seca e isenta de gordura, graxa ou mofo. Jamais aplique o produto sobre madeiras deterioradas ou infectadas por fungos ou cupins.

 

Saiba Escolher a Tinta de Parede da Sua Casa

 

 

Tendências

Misturas de cores muito intensas em um mesmo ambiente não são aconselháveis. Cores muito fortes costumam enjoar, por isso o ideal e preferir por tons mais amenos, que enjoam menos e são mais elegantes. Uma dica é escolher os tons café com leite (que vai do bege ao marrom claro), geram conforto, ou os cinzas, que são sofisticados. Os tons café com leite são mais básicos, ficam bem em quase todos os ambientes, já os cinzas são mais ousados e combinam muito bem com peças de design e obras de arte.

 

Sala de Jantar com Móveis Escuros e Parede em tom Claro

 

A moda das paredes coloridas, uma de cada cor ou uma com uma cor bem forte, não está mais em evidência. Sendo assim, use o bom senso para não transformar sua casa em uma alegoria, não fica bonito e nem é confortável para os olhos. Se você quer usar uma cor destacada na parede, analise bem qual será essa cor, pense no clima do ambiente, no ritmo da casa, em seu gosto e nos objetos que serão utilizados no ambiente, enfim, para que futuramente você não se arrependa ou enjoe. Caso não tenha certeza, indico tapetes, cortinas e outros acessórios que podem ser trocados facilmente se enjoarem. As cores básicas também são mais fáceis de combinar com o resto da decoração, por isso é importante lembrar: É muito ruim quando vamos comprar um enfeite e temos que ficar pensando se vai ou não combinar com o tom da parede.

 

escolhendo-tinta-para-casa

 

Cuidado, principalmente, com vermelhos e alaranjados intensos, eles costumam deixar as pessoas agitadas e são cores que facilmente enjoam. Este tipo de cor é indicada para bares e restaurantes. As chamadas cores hospitalares, como verde e azul claro, também não são legais para ambientes de estar. Este tipo de cor só combina com o quarto das crianças, pois remete a tranquilidade.

 

parede-textura

 

Sobre texturas alerto: ambientes pequenos costumam ficar menores ainda com texturas nas paredes. Este tipo de técnica é indicada para ambientes bem amplos ou para a parte externa da casa. Dica: indico utilizar texturas nas paredes de fora da casa, pois este tipo de técnica ajuda a evitar que a tinta desbote com facilidade e disfarça imperfeições.

 

Dicas-de-Parede-com-Textura

 

Outra tendência que ficou no passado é a obrigatoriedade dos móveis combinarem com as cores das paredes. Hoje em dia temos tantos tecidos, texturas, estampas e materiais que não tem porque não aproveitar tudo isso preocupando-se com o tom das paredes.

 Iluminação Destacando a Parede

Outro aspecto importante e que tem bastante influência na cor das paredes é a iluminação. Lâmpadas brancas, como as fluorescentes, não fidelizam as cores. Prefira as lâmpadas amarelas, que além de não influenciarem nas cores deixam os ambientes mais aconchegantes.

 

Teto Branco com Destaque para o Lustre e Paredes de Porcelanato

 

Para o teto a cor básica é o branco mesmo, mas quem quiser ousar um pouco mais, te dou uma dica: A tendência é levar a cor da parede para o teto e usar o gesso para delimitar onde começa um e termina outro. Porém, para ambientes pequenos, o mais indicado ainda é o certeiro branco.

 

Os tipos de tintas mais usadas


 

 À cal – É uma tinta muito barata e de fácil aplicação, mas não é lavável. Ela é usada em muros e paredes externas.

 

Látex ou PVA – Tinta feita à base de água, geralmente utilizada em pintura de paredes internas, principalmente para tetos e áreas secas que dispensam manutenção constante. É encontrada apenas em acabamento fosco, pois sua resina não permite a variação de brilho. Oferece pouca resistência à ação do sol e tem baixa lavabilidade, ou seja, não resiste à limpeza constante.

 

Acrílica – Também é uma tinta feita à base de água. É indicada para pinturas internas e externas. As tintas acrílicas podem ser encontradas em três tipos de acabamento:

 

Fosco: menos resistente à limpeza, no entanto, ressalta menos as imperfeições da parede.

 

Semibrilho: tem um pouco de brilho e resiste mais à limpeza do que a tinta fosca. Devido ao brilho que possui, destaca mais as imperfeições da parede.

 

Acetinada: confere à parede um toque mais fino, sofisticado, com um brilho suave, que resiste bem à limpeza. Assim como a tinta semibrilho, ela destaca as imperfeições da superfície.

 

Emborrachadas: São indicadas para pintura de paredes externas, possuem uma película flexível que acompanha a dilatação e retração da argamassa sob mudança de temperatura, protegendo a parede da umidade e da ação da chuva e do sol. É a mais indicada para fachadas e muros.

 

Laváveis: Têm acabamento acetinado e oferecem grande resistência à limpeza, sendo ideal para ambientes com grande tráfego de pessoas ou locais onde há crianças. Elas podem ser usadas tanto em ambientes internos como externos.

 

Sem cheiro: São produtos que, em sua maioria, perdem o odor em até três horas após sua aplicação. Estão disponíveis em acabamento fosco e acetinado e podem ser utilizadas na pintura de ambientes internos e externos.

 

 

Melhor opção de tinta

De um modo geral, a melhor opção é a tinta acetinada.  A tinta brilhosa se torna cansativa com a presença da luz solar, pois ofusca os olhos. Já a opaca deixa muito evidente a sujeira. Opte pela tinta acetinada acrílica, que é mais bonita e fácil de limpar.

 

 

Esmalte, verniz e à óleo

 

Esmalte: Muitos esmaltes são feitos a partir de solventes, assim apresentam cheiro forte e secagem demorada. No entanto, vários fabricantes estão produzindo esmaltes à base de água, que resultam em produtos de baixo odor e secagem rápida.

Os esmaltes podem ser encontrados em acabamento fosco, alto brilho e acetinado. Devem ser aplicados em superfícies de madeira e metal, inclusive em áreas externas, já que oferecem boa resistência à ação da chuva e do sol. São especialmente indicadas para madeiras, metais e azulejos.

 

Verniz: São produtos fabricados a partir de solvente que oferecem proteção a superfícies de madeira. Costumam ser transparentes, com acabamento fosco, acetinado ou brilhante.

Mas há também vernizes pigmentados e com acabamentos especiais que simulam a cor de madeiras nobres. Assim como os esmaltes, também existem alguns vernizes à base de água. Os vernizes formam uma película protetora que impede a absorção de água.

 

À óleo: A tinta a óleo possui um ligante do tipo oleoso (óleos vegetais, minerais, essência de terebentina, etc.) que dá um acabamento muito bonito, que pode ser fosco ou brilhante. É utilizada em pinturas que requerem grande beleza como móveis, janelas e portas. O óleo confere uma grande impermeabilidade à penetração de água, sendo portanto um protetor muito bom para materiais como madeira e ferro.

 

Novidades do mercado

 

Epóxi: Tinta resistente que não se deixa atacar facilmente por produtos químicos, como os de limpeza. É ideal para pintura de banheiros, pisos, azulejos. Existem versões do epóxi à base de solventes ou à base de água. É um produto mais difícil de ser aplicado e por isso, requer ajuda profissional.

 

Acústica: Projetada para uso em telha de teto acústico, essa tinta dá uma cobertura sem prejudicar as qualidades acústicas da telha. Ela pode ser aplicada com um rolo, mas um spray é mais eficiente e é menos provável que afete as propriedades da telha de abafar o som.

 

Isolante térmica: Indicada principalmente para atenuar o calor, a tinta isolante térmica é um revestimento flexível e resistente, à base de água, que incorpora em sua formulação polímeros acrílicos combinados com microesferas de cerâmica, que refletem a maior parte da irradiação solar. Usadas em lajes, telhados, caixas d’água e paredes.

 

Magnética: É uma tinta semibrilho, geralmente cinza, densa e rugosa, com carga magnética, permitindo a aderência de ímãs.

 

 

Significado das cores

Siga nossas dicas e use o colorido nos detalhes.

 

Tintas-cores-parede

 

Vermelho

É a cor do fogo, da paixão, do entusiasmo e dos impulsos. Estimula os movimentos, ajuda a combater o estresse e a falta de energia.

 

Amarelo

É a cor do sol, trazendo luz para as situações difíceis, ativando o intelecto, a comunicação, a harmonia do todo.

 

Violeta

O violeta representa o mistério, expressa sensação de individualidade, personalidade, associado à intuição e à espiritualidade, influenciando emoções e humores.

 

Laranja

É a cor da comunicação, do calor efetivo, equilíbrio, da segurança, da confiança, cor das pessoas que creem que tudo é possível. Estimula otimismo, generosidade, entusiasmo e aumenta o apetite.

 

Rosa

Relacionada com o coração, amor e alegria. Favorece a empatia e o companheirismo.

 

Azul

Transmite seriedade e confiabilidade, fluidez, tranquilidade. É a cor da purificação do bem estar e raciocínio lógico, é a única que tem como grande poder de desintegrar energias negativas, favorece paciência amabilidade e serenidade.

 

Verde

Traz paz, segurança, esperança em abundância, confiança e inteligência, é a cor do movimento e da ação.

 

Branco

Contém todas as cores, é purificador e transformador. Representa o amor divino, estimula humildade e imaginação criativa, sensação de limpeza e claridade.

 

Preto

É a cor do poder, induz a sensação de elegância e sobriedade. Onde o que está fora não entra e o que está dentro não sai.

 

 

Acessórios para pintura

 

dicas-para-pinta-a-casa

 

Pincéis e trinchas – Os de cerdas claras são comumente utilizados para aplicação de tintas a base d’água, e os de cerdas escuras para aplicação de tintas esmaltes, a óleo e vernizes.

 

Rolos de espuma – Utilizados para aplicação de tintas a óleo, vernizes e esmaltes. Os rolos de espuma rígidos são recomendados para acabamentos texturizados.

 

Rolos de lã – Os de pelo alto são Indicados para pintura com tinta látex PVA e os de pelo baixo para as tintas látex e acrílicas.

 

Espátulas de aço – Utilizadas na remoção de tintas e para aplicação de massas para pequenos retoques.

 

Desempenadeiras – Indicada para aplicação de massas em grandes áreas.

 

Bandejas ou caçambas – São recipientes que facilitam a molhagem do rolo e do pincel de pintura para aplicação da tinta.

 

Lixas – São utilizadas para uniformizar as superfícies e aumentar a aderência das tintas. Existem quatro tipos de lixas, com diversas granulações para madeira, ferro e massa, que não identificadas pelas seguintes cores: bege (madeira), vermelha (massa) e cinzas e pretas (ferro).

 

Mexedores – Uma das ferramentas mais importantes para homogeneização da tinta, deve ser retangular no formato de uma régua.

 

É isso gente, espero que minhas dicas tenham ajudado! Até a próxima!

 

 

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here