Faça você mesmo: 5 dicas para pintar móveis de madeira

0
34934

Sua casa tem uma boa mobília, mas as peças já estão com cara de velhinhas? Seus móveis estão gastos e praticamente imploram por uma boa repaginada? Seus problemas acabaram! Não precisa se desfazer dos móveis antigos, com lixa, tinta e pincel, a mobília da sua residência pode ganhar uma cara nova e ficar mais linda do que nunca!

Continue lendo o nosso artigo e confira algumas dicas para transformar esse milagre na mais pura realidade! Vamos lá?

Pense duas vezes antes de jogar mobília fora

Ainda que o móvel esteja feio, nem sempre a melhor saída é simplesmente descartá-lo. Afinal de contas, em tempos de sustentabilidade e consumo consciente, reaproveitar e transformar parecem soluções mais convenientes e até corretas, não é mesmo? Além disso, os móveis antigos costumam ter boas estruturas, design diferenciado e matérias-primas nobres. E não vale a pena se livrar de um móvel dessa qualidade quando ainda há possibilidades de recuperação. Por isso, avalie o estado das suas peças de madeira e, antes de tomar qualquer decisão, cogite a possibilidade de reformá-las!

Prepare o móvel para a transformação

Para garantir um bom acabamento na repaginada, é crucial que o móvel seja previamente limpo e lixado. Desse modo, a adesão da tinta será muito melhor, a cobertura será mais uniforme e a aparência será infinitamente mais profissional. Outra medida importante para preparar o móvel para receber a reforma é remover acessórios — como alças e puxadores. Esses itens devem ser recolocados depois ou substituídos por outros novinhos.

Tome cuidado na hora de lixar

O lixamento é uma etapa essencial para que o móvel fique bonito e bem acabado. No entanto, não se deve lixar demais para não danificar a madeira, provocar irregularidades e eliminar as fibras naturais do móvel. Assim, você pode usar uma lixa manual de grão médio ou até mesmo umalixadeira elétrica para cuidar das laterais e da parte superior da peça, mas certifique-se de que a superfície será igualmente lixada para que um local não fique mais desgastado que o outro. O cuidado deve ser redobrado se as pernas do móvel forem torneadas ou se a madeira for esculpida. Lixar incorretamente pode comprometer — e muito! — o design do móvel. Após lixar tudinho, remova os resíduos usando um pano macio e que não solte fiapos.

Use um primer para o preparo

Não abra mão do primer na etapa que antecede a efetiva pintura do móvel! É fundamental que você aplique esse produto na peça para aumentar a adesão e a durabilidade da tinta. Ao escolher a cor do primer, opte por uma tonalidade mais clara do que a cor em que pretende pintar a mobília. O branco ainda é o mais indicado para preparar o plano de fundo da pintura. Vale destacar que, normalmente, só uma demão de primer já é suficiente. E assegure-se de que toda a superfície secou completamente antes da aplicação da tinta.

Capriche na pintura do móvel

Chegou a hora de, de fato,  pintar o móvel! Depois de cumpridas as etapas anteriores de preparação, você deve efetivamente pintar a peça usando a tinta que escolheu. Com spray, o trabalho é mais rápido e prático, já que exige menos habilidade. Por outro lado, com uma tinta comum, os gastos são menores, já que ela rende mais. Vale ressaltar que se você quiser uma estética bem diferenciada para seus móveis de madeira, vale investir em técnicas de pintura como a pátina e o dip-dye.

Agora comente aqui e nos conte que peça escolheu para renovar! Vai optar pela tinta em spray? Conhece alguma outra técnica que gostaria de compartilhar conosco? Divida suas dicas e experiências e participe da conversa!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria