Dicas para instalações hidráulicas

2
2210
instalacoes_hidraulicas

 

instalação-hidráulica

Pequenos detalhes fazem diferença. Certamente você já ouviu essa frase, e não é por menos, ela realmente faz todo o sentindo, especialmente quando falamos de obras e construção.

 

Nas instalações hidráulicas, um erro pode custar muito caro no futuro. Por isso, separamos algumas dicas para você evitar futuros aborrecimentos e que vão garantir a qualidade e segurança ao fim da obra.

 

Ao comprar tubos e conexões, escolha sempre peças que sejam do mesmo fabricante, isso evitará problemas com folgas e encaixes e futuros gastos com reparos e substituições. Para melhorar o desempenho hidráulico, evite desvios excessivos e ramais com trechos longos;

 

– Ao instalar registros, observe e respeite a indicação do fluxo. Para não danificar as vedações, não deixe escorrer adesivo para dentro dos tubos na hora de realizar a soldagem. Para evitar danos na tubulação ao instalar saboneteiras, boxe, espelhos e gabinetes, tenha sempre em mãos o projeto hidráulico ou faça um esboço da tubulação instalada. Você pode também fotografar a parede com as tubulações ainda na fase anterior ao reboco;

 

–  Nunca derreta os tubos de PVC para emendá-los. Esse material não resiste a temperaturas superiores a 20°, e esse procedimento incorreto resultará em futuros vazamentos;

 

– O excesso de cola nas emendas gera vazamentos por ter solvente, um elemento corrosivo;

 

Limpe as caixas d’água pelo menos duas vezes ao ano. Isso evita o acúmulo de lodo nas paredes. Aproveite para verificar o funcionamento de sua torneira de bóia;

 

Coloque os aquecedores centrais abaixo e dispostos em linha reta com as caixas d’água. Isso irá proporcionar maior capacidade de aquecimento. Quando o aparelho não estiver nessas condições, instale um pressurizador, que deve ser instalado entre a caixa d’água e a entrada do aparelho. Ele irá aumentar a pressão que irá chegar ao aquecedor;

 

Nunca utilize na tubulação de esgoto, ângulos de 90°, que aumentam a tensão e a pressão do sistema, além de proporcionar mais acúmulo de sujeiras. As conexões com ângulos inferiores a 90° são as mais recomendadas nesse caso;

 

Evite o excesso de ramais para reduzir os custos com os materiais e vazamentos;

 

Não deixe de colocar a tubulação de ventilação, que permite a entrada de ar e garante a pressão atmosférica no sistema de esgoto;

 

As máquinas de lavar roupas e louças, devem ter cada uma, saída para esgoto. Também é importante que tenham uma saída de água, na qual seja possível encaixar uma mangueira;

 

 

– Mesmo que a rua onde estiver o lote não tenha distribuição do gás de rua, é indicado deixar a tubulação pronta e, assim, evitar a quebra de paredes no futuro;

 

– Cada banheiro deve ter seu registro separado, pois se ocorrer algum vazamento, não há risco de todos os ambientes da casa ficarem sem água;

 

– No quintal e áreas ajardinadas, é necessário distribuir vários pontos, como torneiras, como torneiras para facilitar a limpeza e a rega das plantas.

 

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here