Dicas de conservação e manutenção para cada tipo de piso

0
1662

Com tantas opções no mercado, escolher o piso ideal na hora de construir ou reformar não é tarefa fácil. Além de beleza, preço, durabilidade, algumas características devem ser levadas em conta no momento da escolha, como propriedades físicas, aplicação recomendada e, sobretudo, a manutenção e conservação de cada tipo de piso.

Saber os cuidados necessários é imprescindível para conservar o seu chão como novo. Pensando nisso, selecionamos algumas dicas de como manter e limpar os diferentes tipos de piso.

Cerâmica

Muito utilizada em cozinhas e banheiros, pela sua resistência a ambientes com bastante umidade, a manutenção do piso de cerâmica é simples: você vai precisar apenas de detergente e sabão neutro, com pano úmido.

Pelo esmalte do piso, qualquer produto pesado ou com ácido na fórmula deve ser evitado. Saponáceos cremosos, pouco abrasivos, também podem ser utilizados na limpeza.

Porcelanato

Por sua resistência, durabilidade e enorme variedade, com diversas cores e texturas, o porcelanato é o queridinho de arquitetos e clientes. Ele pode ser utilizado em ambientes internos e externos, mas também exige cuidados.

Não deixe cair no piso produtos químicos fortes ou abrasivos. Se derramar vinho, por exemplo, limpe a área na hora, ou pode manchar o revestimento.

Na limpeza, água e sabão ou detergente neutro diluído em água são suficientes. Se precisar fazer uma limpeza mais pesada, alguns fabricantes oferecem produtos específicos, que além de protegerem a superfície do porcelanato e ressaltar o seu brilho, ajudam na remoção de manchas mais difíceis como café, ferrugem, tinta…

Ah, e proteja os pés dos móveis e eletrodomésticos, para não arranhar o piso.

Cimento queimado

A limpeza do cimento queimado é simples: exige vassoura, sabão neutro e pano úmido. Mas, esse tipo de piso também não foge à regra da manutenção.

A cada três anos é recomendável que se aplique resinas acrílicas ou à base d’água na superfície. Esses materiais evitam a absorção de sujeiras, ajudam a manutenção do acabamento e diminuem a porosidade. Para manter o brilho, outra opção é passar cera incolor regularmente.

Azulejos

Em geral, recebem as mesmas orientações do porcelanato. Não utilize nos azulejos produtos abrasivos, que podem danificar o acabamento, e na limpeza use apenas água com sabão ou detergente. Em caso de manchas, utilize um pano embebido em água sanitária – mas antes faça um teste em algum lugar mais escondido.

Evite também o uso de objetos pontiagudos, cortantes, espátulas de limpeza e peças metálicas, que podem causar riscos, quebrar ou descascar a superfície.

Laminados

Para evitar riscos, coloque nos pés dos móveis protetores de feltro ou silicone. Nas entradas, use capachos para remover dos calçados partículas de areia e pedra que podem danificar o piso.

Lembre-se: embora resistente à umidade, o laminado não é a prova d’água. Portanto, não exponha o piso ao excesso de água. Se derramar líquidos sobre o piso, limpe imediatamente. Da mesma maneira, a limpeza deve ser feita com um pano torcido, não encharcado.

Também nunca aplique cera, silicone ou verniz sobre o piso. Para limpá-lo, utilize uma vassoura de cerdas macias e pano umedecido em uma solução de água e produto de limpeza neutro.

Madeira

A limpeza do piso de madeira pode ser feita apenas com pano seco, aspirador de pó ou vassoura de pelo. Não use pano úmido: ele provoca a movimentação da madeira, e pode remover o rejunte das tábuas e causar encanoamentos. Nas madeiras claras, o pano úmido pode ainda causar manchas pretas no rejunte e fissuras na camada de verniz.

Não utilize também produtos de limpeza como álcool ou outros solventes, mesmo os que são diluídos com água, pois eles afetam a madeira e o verniz de acabamento.

Dependendo da temperatura e umidade do ambiente, podem surgir aberturas no rejunte das tábuas. Isso é natural, e o problema pode ser minimizado com a secagem da madeira em estufas. Daí a necessidade de se raspar o piso de tempos em tempos.

Pedras naturais

Todo o mármore e granito sofrem desgastes com o uso, e podem ter alterações em decorrência de fatores como sol, chuva, e também por reações químicas com materiais de limpeza e manutenção. Portanto, certos cuidados são fundamentais.

Na limpeza cotidiana, utilize pano úmido, vassouras de pelos macios para evitar arranhões, água e sabão com PH neutro. Produtos abrasivos devem ser evitados.

Para manter o piso brilhante, finalize a limpeza com um pouco de cera própria para pisos de pedra natural. Essa camada extra de proteção ajuda a evitar a absorção de sujeiras e nódoas.

Gostou? Fique de olho em nosso blog, logo traremos mais dicas para você.

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria