Como decorar o quarto do bebê gastando pouco?

0
2112

Quem disse que a montagem do quarto do bebê precisa custar caro? Pense bem: como os pais já terão muitos gastos com roupinhas, fraldas, despesas médicas e outros custos inerentes à gestação, ao parto e aos cuidados básicos do pequeno, nada melhor do que economizar na organização e na decoração desse cantinho, não concorda? Pois se só de pensar em decorar o quarto do bebê que está a caminho seu bolso já começa a pesar, não deixe de ler o nosso artigo de hoje, porque vamos mostrar como é possível montar um quarto lindo e acolhedor sem comprometer o orçamento familiar. Ficou curioso? Então acompanhe:

Pesquise referências

Ao buscar inspirações na internet, você obviamente encontrará muitas ideias caras e sofisticadas, mas também topará com ideias simples e igualmente lindas, com referências que podem tranquilamente ser adaptadas para caber no seu orçamento. Para achar opções incríveis de decoração, visite blogs especializados, pesquise no Google, navegue em fanpages de decoração e siga perfis especializados no Instagram. Você vai descobrir rapidinho como bom gosto independe de dinheiro!

Reaproveite elementos

Se você quer montar um quarto lindo para o bebê, mas a grana está curta, uma boa alternativa é reaproveitar objetos que você já tem em casa. Vale reformar aquela velha poltrona, transformando-a em um assento de amamentação, dá para usar garrafas como vasos de flores, transformar latinhas em potes decorativos e até mesmo renovar o visual daquela cômoda esquecida em um canto da casa para acomodar as roupinhas do pimpolho! Você vai ver como só pintar o móvel de branco ou fazer um trabalho de pátina, além de talvez usar puxadores mais moderninhos já dará outra cara ao ambiente. Dessa forma, além de economizar, ao fazer alguns ajustes com as próprias mãos, realmente participando do processo de montagem do quarto do baby, você dá um toque de personalidade e afetividade todo especial ao ambiente.

Evite excessos

Quartos de bebê não precisam ser cheios de objetos. Lembre-se de que quanto mais itens você colocar no ambiente, mais gastos e mais acúmulo de poeira esse excesso representará. Além disso, muita informação sobrecarrega o visual do ambiente e inevitavelmente compromete sua funcionalidade. Sendo assim, aposte em uma décor minimalista, priorizando itens essenciais e evitando gastar dinheiro com pelúcias, móbiles e bibelôs. É lógico que o quartinho deve ter enfeites, mas para que os objetos decorativos não gerem muitos gastos, você pode fazer itens artesanais, como tulipas de tecido, apliques de papel colorido, móbiles e luminárias de material reciclável, quadrinhos feitos com recortes e assim por diante. Outra boa ideia é investir em papéis de parede ou adesivos vinílicos para decorar o ambiente, o que automaticamente dispensa muitos outros enfeites.

Aposte na utilidade

Mais uma vez batemos na tecla da utilidade. A verdade é que o mercado infantil e o universo da decoração em geral apresentam produtos realmente lindíssimos, mas muitos deles não vão além da estética. Por outro lado, existem elementos que aliam estética e funcionalidade. E é nesses que você deve investir nesse momento. É o caso das prateleiras, dos abajures e dos nichos, por exemplo. Esses artigos não são caros, podem ser encontrados com facilidade e fazem toda a diferença no quartinho do novo morador. No mais, planeje a decoração com carinho, pesquise e compare preços no mercado físico e on-line e liberte sua criatividade. Tenha em mente que decorar o ambiente sem extrapolar os limites das suas possibilidades financeiras é uma decisão extremamente sensata e possível! E agora que você já sabe que se aliar bom gosto e imaginação o resultado pode ficar incrível, não tem por que não tentar, não é mesmo? Prontíssimo para decorar o quarto de bebê gastando pouco? Então aproveite para conferir também nossas dicas para a adaptação da casa para a chegada do pequeno!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria