Vai construir ou reformar? Veja 5 erros comuns e como evitá-los

0
1510


No afã de economizar dinheiro e concluir a obra rápido, muitas pessoas acabam cometendo erros grosseiros na condução da reforma ou construção. Querendo ou não, essas falhas no processo podem custar muito caro, pois comprometem a estética, o acabamento, a estrutura e a segurança do imóvel. Você não quer passar por isso na construção ou reforma da sua casa, quer?

Para acertar em todos os detalhes e não cometer os “micos” comuns entre os construtores de primeira viagem, continue lendo o nosso artigo. A seguir você vai descobrir quais são as falhas mais frequentes na hora de construir ou reformar. Fuja delas a todo custo!

Falta de projeto e planejamento

Começar uma obra antes de fazer um bom projeto é um erro dos graves, principalmente porque o projeto serve para nortear as ações e organizar as etapas da construção. A ausência de planejamento, planta, cronograma e orçamento consistentes costuma ser a causa de grande parte dos problemas de execução da obra.

O projeto e o planejamento da obra não devem ser encarados como uma simples formalidade, mas sim como uma precaução contra possíveis eventualidades. O projeto de um imóvel serve para detalhar todos os itens da intervenção de reforma ou construção. Isso, por si só, é um bom motivo para planejar antes de assentar o primeiro tijolo.

Escolha de materiais inadequados

Muitas pessoas observam apenas o efeito estético dos materiais de construção e, isso acaba guiando as decisões na hora da compra. É aí que a maioria comete graves erros. É comum ver gente comprando pisos de madeira sem tratamento para revestir áreas úmidas ou pisos polidos e escorregadios para revestir áreas externas.

Outro problema frequente é comprar produtos de qualidade duvidosa, pensando apenas no preço. O ideal, na hora de reformar ou construir, é avaliar o custo-benefício dos materiais, pesquisar a reputação da marca e obter informações técnicas sobre o produto.

Cálculos errados

No meio da obra, o pedreiro te avisa que o porcelanato acabou e você precisa comprar mais. Isso gera gastos não previstos e também o transtorno de não encontrar o material da mesma cor e tamanho, caso seja de uma coleção anterior e tenha saído de linha.

Para minimizar  desperdícios, atrasos e imprevistos como esses, os cálculos devem ser feitos com precisão pelos profissionais. Após o cálculo concluído, acrescente 10% a mais de produto por garantia. Com os materiais devidamente comprados, você não pode cometer o erro de armazená-los inadequadamente, pois isso também causa perdas e danos.

Negligenciar as instalações elétricas e hidráulicas

Focar apenas na decoração, nos revestimentos e nos móveis é uma grande falha. É preciso observar também as instalações elétricas e hidráulicas da casa. Apesar de ficarem escondidas, essas instalações são fundamentais para a qualidade da obra e, acabam refletindo no bem-estar e segurança dos moradores.

Mão de obra despreparada

Se você escolher os profissionais errados, a sua obra pode desandar. Peça indicações aos seus amigos e familiares na hora de contratar arquitetos, pedreiros, serventes e construtoras. Pesquise a reputação desses profissionais, descubra outros projetos dos quais eles fizeram parte, assegure-se de que eles são preparados para as atividades e prepare um contrato para reger a relação de trabalho.

E aí, você já cometeu ou ainda comete algum desses erros? Dá tempo de corrigir essas falhas e acertar na sua próxima obra.

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria