Conheça os tipos de cozinha e descubra qual é a sua

1
1509

A cozinha é literalmente o ambiente mais gostoso da casa, e justamente por isso ela deve ser organizada da forma mais bonita, prática e funcional possível. Todos os espaços devem ser aproveitados ao máximo, e o ambiente deve refletir o estilo de vida não só do cozinheiro oficial, mas também dos outros moradores.

O que nem todo mundo sabe é que quem vai construir ou reformar precisa se atentar aos tipos de cozinha para escolher o estilo mais adequado. Quando este cômodo é bem projetado, ele consegue ir além dos aromas e sabores que partem dele, transformando-se em um cantinho mais do que especial da residência.

Você sabe qual é o seu tipo de cozinha? Quer conhecer todos os estilos para definir suas preferências? Acompanhe nosso post!

Cozinha linear

 

Este tipo de cozinha demanda no mínimo 3 metros de parede. Vale destacar que essa cozinha é a mais indicada para imóveis de médio ou pequeno porte. A cozinha linear também é super adequada para cômodos estreitos, pois a área de trabalho reta permite uma organização prática e uma circulação fluida. Nesse tipo de cozinha, uma ilha pode ser agregada, porém, deve sobrar ao menos 120 cm entre armários/bancadas e a ilha.

Cozinha paralela

 

O layout deste tipo de cozinha possibilita o assentamento de duas filas de bancadas/armários. Isso significa que há espaço em dobro para trabalhar. Nessa cozinha, as filas são posicionadas uma em frente à outra, o que permite que trabalhos diferentes sejam realizados de forma simultânea. O  ideal é que haja 120 cm entre as filas, a fim de facilitar a circulação. Cumpre acrescentar que esta cozinha é a preferida dos chefs e pode ser usada inclusive em espaços compactos. A sua única desvantagem é que ela não possibilita a integração de um espaço para refeição.

Cozinha em forma de L

 

Essa disposição de cozinha é sem dúvida uma das mais populares, o que se explica pelo fato da cozinha em L ser uma solução perfeita para o aproveitamento dos cantos. Além disso, ela favorece a instalação de múltiplos armários e gavetas adicionais. Neste caso, os móveis devem ser planejados, de modo que nenhum centímetro seja desperdiçado. Ao contrário da cozinha paralela, a cozinha em L permite a integração com uma ilha ou área de refeição.

Cozinha em forma de U

 

Essa cozinha adapta-se muito bem aos espaços grandes, deixando o ambiente muito mais aconchegante. Como se não bastasse, a cozinha em U permite que várias superfícies de trabalho, armários e gaveteiros sejam inseridas no projeto. Novamente, deve sobrar aproximadamente 120 cm entre as fileiras de armários. Isso facilita não só a circulação, mas também a abertura das gavetas e portas.

Cozinha independente

 

Na cozinha independente, os móveis não são fixados nem ao chão, nem às paredes. A proposta deste ambiente é de total liberdade e independência. Neste estilo, os módulos podem ser acrescentados a depender da necessidade e, toda vez que você quiser alterar a disposição da cozinha, por motivos estéticos ou funcionais, a tarefa não apresentará nenhuma dificuldade. A principal vantagem é que, até mesmo quando você mudar de casa, a cozinha independente pode seguir com a família para o novo endereço.

Cozinha ilha

 

Esta cozinha povoa o imaginário de muitas pessoas. A boa notícia é que a ilha pode ser inserida em qualquer um dos outros tipos de cozinha, exceto na paralela. Como o próprio nome sugere, a ilha fica no meio da cozinha e pode assumir diferentes funções: de espaço de refeição à bancada de trabalho. Mesmo assim, o seu uso mais comum é para cozinhar, já que na ilha costumam ser colocados o fogão e o exaustor.

E aí, qual a sua cozinha preferida? Compartilhe sua opinião conosco!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.