Conheça a decoração minimalista

0
1687

Você é uma pessoa discreta, que não gosta de excessos e prioriza a elegância? Então precisa conhecer a decoração minimalista, que alia requinte e leveza em sua proposta decorativa, dando preferência a ambientes limpos e muito bem aproveitados. Quer saber um pouco mais sobre o minimalismo? Então continue lendo o nosso artigo para conhecer as bases desse estilo e descobrir como usá-lo na sua casa! Confira:

A ideia geral da decoração minimalista

O minimalismo é um estilo que surgiu na década de 1950 e vem ganhando força até os dias de hoje. Sua proposta consiste na simplificação das formas e na praticidade dos ambientes. É por isso que as decorações minimalistas sempre contam com móveis multifuncionais, eficientes e compactos. Além disso, o design clean, com linhas retas e básicas, também é uma forte marca do minimalismo moderno.

O minimalismo é um estilo de vida

Mais do que uma tendência decorativa, o minimalismo é um estilo de vida, que pode se estender à decoração, ao vestuário e ao consumo como um todo. A proposta costuma ser a escolha de quem deseja viver bem com menos. Assim, mesmo decorações étnicas, rústicas, românticas, futuristas, retrôs ou industriais podem ter um toque minimalista.

As paredes neutras fazem parte da proposta

O minimalismo na decoração propõe que as paredes sejam pintadas com cores claras e neutras, contrapondo-se com elementos focais coloridos e vibrantes. Embora o uso de cores seja permitido nessa proposta, não se esqueça de que o equilíbrio e a sutileza ainda devem predominar!

O minimalismo traz conforto e tranquilidade

Com cores suaves, poucas informações e bastante espaço livre para a circulação nos ambientes, a decoração minimalista traz conforto, tranquilidade e bem-estar. Isso significa que ambientes minimalistas são muito agradáveis e aconchegantes, sem perder o ar moderno tão característico desse estilo.

As decorações minimalistas pedem iluminação suave

Para aumentar a sensação de aconchego dos ambientes minimalistas, é importante que a iluminação seja suave. Nesse sentido, é extremamente válido valorizar a iluminação natural com grandes janelas e cortinas fluidas. As lâmpadas embutidas são mais do que bem-vindas.

Você encontra no nosso site a iluminação perfeita para seu ambiente minimalista. Clique aqui e confira!

O supérfluo dá lugar ao útil

Nas decorações minimalistas, a estética é importante e os objetos decorativos — como quadros, vasos e plantas — podem ser usados, mas com a devida moderação. A prioridade deve ser sempre o uso de elementos realmente úteis, como peças funcionais, móveis fáceis de limpar e objetos essenciais para o funcionamento da casa e o conforto dos moradores. O excesso de enfeites, bibelôs e souvenirs não tem vez na decoração minimalista, afinal, nessa proposta os espaços são cuidadosamente decorados com o estritamente necessário.

O menos aqui é sempre mais

No minimalismo, a arquitetura e a decoração possuem traços discretos e linhas simples. As janelas tendem a ser lisas e sem peitoris, não há sancas de gesso, os rodapés são planos e o pisos costuma ser polido, sem emendas. Em síntese, é um tipo de decoração em que o menos sempre é mais!

E aí, gostou de conhecer melhor o minimalismo? Usaria essa proposta decorativa na sua casa? Comente aqui e compartilhe suas opiniões e experiências conosco! Até a próxima e continue de olho nas novidades do nosso blog!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria