Conheça as diferenças entre os acabamentos de tinta

0
244

Quando vamos pintar a casa, é comum voltarmos grande parte da atenção para a escolha das cores e da tinta, deixando o tipo de acabamento para o segundo plano. Grande engano: o acabamento da tinta tem resultado bastante significativo na pintura final.

Existem três principais tipos de acabamentos, o fosco, o acetinado e o semibrilho. E, entre essas opções, qual escolher? Fique atento, é preciso saber que não existe um acabamento melhor ou pior, o que os diferenciam são suas propriedades e características. Assim, a escolha deve ser de acordo com o que você precisa ou deseja para o ambiente e as propriedades do espaço.

Quer saber mais? Conheça as diferenças entre os acabamentos de tintas e acerte na escolha!

Acabamento Fosco

Se você prefere um visual opaco para as suas paredes, o acabamento fosco é o ideal. Por não possuir brilho, a opção ajuda também a disfarçar as imperfeições da parede, deixando uma aparência mais uniforme – essa característica também torna o acabamento fosco bastante indicado para cores escuras, que costumam realçar os defeitos da superfície.

Outra vantagem é que as tintas com esse acabamento costumam ser mais baratas. No entanto, por causa da sua porosidade natural, o acabamento fosco é um pouco mais difícil de limpar, por isso é importante avaliar o local que receberá a pintura, para que essa desvantagem não seja um problema no seu dia a dia.

É indicado para paredes internas e tetos.

Acabamento Semibrilho

Possui mais brilho que os demais acabamentos, além de reflexos intensos, sendo também mais resistente ao desbotamento e o aparecimento de manchas. Essa característica pode realçar eventuais falhas da superfície, portanto, é indicado para paredes sem imperfeições.

O acabamento semibrilho também é mais impermeável do que o de uma tinta fosca, que protege e aumenta a vida útil do reboco ou da textura. Vale ressaltar ainda que o brilho final depende da quantidade de demãos de tinta – ou seja, quanto mais demãos, mais brilho terá a superfície.

Pode ser usado interna e externamente, sendo indicado principalmente para portas e janelas.

Acabamento Acetinado

Este tipo de acabamento possui brilho intermediário entre o fosco e o semibrilho, ou seja, possui reflexos mais discretos e reduzidos, já que possui em sua composição mais resina que as tintas foscas, mas nem tanto quanto as de semibrilho.

O acabamento acetinado tem uma boa resistência a algas e mofos e facilita a limpeza, que pode ser feita com apenas um pano úmido.

Como tem brilho discreto, o acabamento acetinado também evidencia as imperfeições da parede, embora não tanto quanto a tinta de semibrilho. Vale ressaltar também que nesse tipo de acabamento os retoques costumam ficar bem marcados, ou seja, se algum reparo futuro exigir uma pincelada de retoque, talvez seja necessário repintar toda a parede para um resultado perfeito.

Indicado para áreas internas e de grande circulação, o acabamento acetinado pode ser aplicado nas paredes, tetos, portas e rodapés.

Agora que você já conhece os tipos de acabamentos de tintas, já sabe qual escolher? Compartilhe conosco!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria