Confira os 5 erros mais comuns na instalação de pisos

0
2280

Por melhor que seja o piso, se o material não for bem instalado, você terá perdido tempo e dinheiro na obra. Nesse cenário, tem-se uma das seguintes opções: ou você precisará conviver com o trabalho mal feito por muito tempo ou terá que investir mais grana para que o assentamento dos pisos seja reparado ou refeito. Como nenhuma das duas alternativas é agradável, que tal conhecer agora mesmo os principais erros cometidos na instalação de pisos para saber como evitá-los na sua obra? Então confira:

Falhas de cálculo

Um erro bobo, porém bastante comum na condução de obras é a falha de cálculos. E quando se erra nessa fase inicial do projeto, calculando a quantidade de acabamentos para menos, por exemplo, corre-se o risco de não encontrar o mesmo material para completar o trabalho, o que quase sempre resulta em emendas e misturas nada atraentes. Por outro lado, quando se calcula para mais, acontece o que ninguém quer ao construir ou reformar: desperdício.

Preparo equivocado da massa

Se a massa for mal preparada, ela pode não proporcionar a aderência necessária para fixar as peças cerâmicas, promovendo, assim, um acabamento insatisfatório. Por isso, o ideal é usar as massas industrializadas, preparando-as nas proporções e das formas recomendadas pelos fabricantes. Lembrando que os principais tipos de massas existentes no mercado são a argamassa para camada de regularização, a argamassa de contrapiso e a argamassa colante.

Falta de nivelamento

Uma das gafes mais sérias cometidas na instalação de pisos é a falta de nivelamento prévio da superfície. Em muitos casos, o contrapiso é necessário para que o trabalho fique perfeito. Além disso, o profissional deve ficar atento ao alinhamento e ao prumo, bem como precisa optar por peças uniformes e planas. Para completar, a superfície deve estar limpa, áspera e totalmente isenta de graxas ou ceras, caso contrário, o resultado pode ficar desnivelado.

Aplicação de piso vinílico sobre laminado ou madeira

Outro erro grave é instalar o piso vinílico em cima de superfícies laminadas ou amadeiradas. O ideal é remover o piso anterior, pois como se trata de materiais naturais, eles podem apodrecer e estragar o piso novo, gerando transtornos e prejuízos. Nem pensar, né?

Rejunte imperfeito

O rejunte também é um detalhe importantíssimo na aparência e na vedação do piso. Mas infelizmente nem sempre a qualidade da aplicação do rejunte fica como o desejado — uniforme e nivelada. E o visual pode piorar ainda mais quando a distância entre as peças não é padronizada. Nesse caso, as falhas de instalação ficam ainda mais evidentes. Nessa etapa do assentamento, veja se a cor do rejunte está homogênea, se há falhas no rejuntamento e se o acabamento está grosseiro. Se notar esses problemas, converse com o pedreiro e veja como amenizar ou corrigir o erro antes que seja tarde demais.

De modo geral, a qualidade da instalação está relacionada à qualidade do profissional que realiza o serviço. Assim, se você contar com pedreiros experientes e caprichosos, dificilmente terá que lidar com os problemas mencionados acima. Dessa forma, ao contratar um prestador de serviços, sempre peça referências, visite obras que ele já tenha feito e procure saber no que ele é especialista, já que alguns pedreiros realmente são mais eficientes do que outros no que diz respeito ao acabamento.

Então agora que você já conhece alguns dos maiores erros relativos à instalação de pisos, comente aqui e nos conte se conseguiu identificar alguma dessas falhas em sua casa! Sabe de algum outro pecado capital nesse assunto? Comente e compartilhe suas experiências conosco!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria