Como escolher uma adega de vinhos?

0
1258

Muitas pessoas gostam de colecionar vinhos. Porém, guardá-los por muito tempo fora do lugar adequado pode fazer com que ele perca suas características, e até mesmo fazer com que eles estraguem. A melhor saída para não ter esse problema é armazená-los em adegas de vinhos climatizadas. Na hora de escolher a sua adega, não basta saber a quantidade de vinhos que quer armazenar.

Este tipo de produto possui diversas características que devem ser levados em consideração antes de comprar, sabia? Confira o nosso post e não erre na hora de escolher ou presentear alguém com uma adega de vinhos!

Capacidade da adega de vinhos

O primeiro passo é escolher o tamanho adequado para a adega. Existem adegas de vários tamanhos, com capacidades de 6 até centenas de garrafas!

Para apreciadores de vinho iniciantes, um modelo que caiba de 12 a 24 garrafas é um bom começo, garantindo que não falte espaço quando a coleção comece a crescer, sem pesando muito no bolso. Caso você seja uma pessoa que colecionar garrafas de vinhos de vários lugares, uma adega climatizada um pouco maior, que caiba entre 36 e 60 é um investimento que vale a pena.

Espaço disponível

Uma adega com maior capacidade de armazenamento ocupa mais espaço no cômodo, é claro. Então além de pensar na quantidade de vinhos que você quer guardar, também é preciso saber onde você quer instalar a sua adega de vinhos. Caso você não tenha muito espaço, existem modelos compactosque cabem 8 ou 12 garrafas.

Sistema de resfriamento

Sua adega não pode ter apenas espaço para guardar as suas bebidas: é preciso que ela também seja capaz de mantê-las na temperatura perfeita. Na hora de escolher, verifique o tipo de sistema de resfriamento oferecida.

Apesar de existirem modelos modernos com sistema eletroeletrônico, o mais recomendável é o sistema tradicional, com compressor, que consegue garantir a temperatura ideal em lugares com temperaturas mais elevadas e variáveis. É o caso dos climas encontrados no Brasil.

Marcas reconhecidas

É importante também ter atenção para as marcas das adegas de vinhos. Marcas com tradição no mercado, mesmo que possam ter um valor um pouco mais elevado, garantem a qualidade do produto.

Muitas vezes o conteúdo de uma adega vale mais do que ela em si, e se ela não funcionar direito, serão vários litros de bebidas valiosas perdidos. É uma pequena economia que pode ser um grande prejuízo mais tarde.

Para vários tipos de vinho

Todos os vinhos são diferentes. Inúmeras variedades de uva, de garrafas, se são espumantes ou não… Logo, não podem ser armazenadas da mesma forma. Por isso, é uma boa idéia adquirir uma adega com compartimentos reguláveis e controles independentes permitindo armazenar bebidas em temperaturas diferentes.

Design funcional

Quando se pensa num bom design para uma adega, o primeiro fator que vem à mente é se ela é bonita, se combina com o ambiente pretendido. Porém é necessário olhar além disso.

A adega tem que comportar os vinhos com segurança, ser de material resistente e proteger bem as bebidas de fatores externos como a luz e calor (em caso de portas de vidro, opte por aquelas de vidro escuro com proteção UV). Claro que nada disso adianta se você não instalar a sua adega de vinhos em um lugar seguro e afastado de fontes de luz e calor, como janelas ensolaradas ou fornos.

Travas e alarmes

Uma tecnologia que pode ser interessante considerar na hora de comprar a adega de vinhos é a de travas e alarmes. Calma, suas bebidas não estão em perigo!

Essas travas são para garantir que sua adega climatizada fique sempre bem fechada, e o alarme para indicar que a porta tenha ficado aberta. Assim você garante que a temperatura dos seus vinhos continue sempre a ideal.

Você tem mais dúvidas para escolher a sua adega? Conte pra gente na seção de comentários!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria