Como definir o melhor revestimento para piscina? Veja nossas dicas!

0
2815

Na hora de decidir qual o melhor revestimento para piscina, muitos são os fatores que devem ser considerados!

É importante considerar as características e peculiaridades de cada material que pode ser utilizado, e analisar o modo de fixação, o custo do serviço, o efeito estético e as dificuldades de execução do projeto.

Para ajudar você a fazer a escolha mais acertada, leia o post e veja nossas dicas!

Pastilhas de vidro, para inovar na decoração para piscina

As pastilhas de vidro costumam ser mais caras que outros revestimentos, contudo o efeito estético é bastante interessante. Além disso, outros quesitos devem ser analisados caso se opte por este tipo de material, pois as pastilhas de vidro exigem mão de obra especializada para sua instalação.

Como vantagem elas apresentam a extrema facilidade de limpeza, bastando para a higienização o uso de água e sabão neutro. Por meio de uma limpeza adequada, sem uso de corrosivos, as pastilhas se mantém bonitas e duráveis por muito tempo.

Azulejo, para assegurar a economia

O azulejo apresenta como benefício o fato de não exigir um alto investimento para sua aquisição e aplicação. Sem contar que possui enorme variedade de tamanhos e cores. Em função dessa diversidade é possível produzir múltiplos efeitos visuais na piscina, alterando até mesmo a cor da água, de acordo com a cor escolhida para os azulejos.

No que se refere à limpeza, é mais suscetível ao surgimento de limo, contudo, sua limpeza é fácil e não requer grandes cuidados, além de suportar o atrito de escovas, normalmente de náilon, para a retirada da sujeira.

Revestimento vinílico, para garantir agilidade na construção

Esse tipo de revestimento para piscina é bem indicado pois tem como característica a impermeabilidade. Dessa forma, parte da etapa de construção pode ser abreviada. Vale dizer ainda que possui baixo custo e sua instalação é rápida. A limpeza também não exige grandes precauções.

A única atenção que o revestimento vinílico requer é que apesar de dispensar o uso de rejunte, pode ocorrer do vinil sofrer com furos ocasionais, hipótese que demandará a contratação de uma equipe especializada para sanar o problema.

Revestimento cerâmico, para abusar da criatividade nas cores e texturas

Assim como o alguns materiais de revestimento para piscina já apresentados, esse tipo de material é muito versátil pois dispõe de uma gama sortida de cores e tamanhos. Suas texturas também podem ser personalizadas dentre as opções disponíveis no mercado, podendo ser foscas, esmaltadas ou rústicas.

Trata-se de um material muito resistente, tanto aos raios ultravioletas, quanto aos produtos químicos usados na própria piscina.

Por esta razão, são muito duráveis. Outra informação relevante é que este tipo de revestimento quase não acumula sujeira, sendo livre da proliferação de fungos. E em razão dos motivos elencados possui um excelente custo-benefício quando comparado aos demais materiais.

Pedras naturais, para manter a sofisticação e o estilo

Já as pedras naturais costumam ser mais caras, contudo devido à beleza e ao efeito que causam, estão em alta no mercado atualmente.

As mais recomendadas são as vulcânicas de tonalidade azul ou esverdeada e a pedra mineira de tom mais amarelado.

O que é importante saber em relação às pedras naturais é que por causa da alta porosidade, este revestimento acumula mais sujeira e requer maiores cuidados na hora da limpeza. São recomendados uma lavadora de alta pressão ou uma solução de água com detergente neutro e uma vassoura com fibras duras. A higienização deve ser mais assídua para evitar que as pedras fiquem encardidas, o que só será resolvido com a contratação de empresa especializada.

Agora que você já sabe como definir o melhor revestimento para sua piscina, siga-nos em nossas redes sociais no Pinterest e Youtube e fique por dentro de todas as nossas novidades!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria