Cerâmica ou piso de madeira: qual escolher?

0
1986

Além de cumprirem papel de destaque na decoração de qualquer ambiente, os pisos também possuem aspectos funcionais, já que podem oferecer (ou não) conforto térmico, isolamento acústico e propriedades que os tornam mais ou menos indicados para cada tipo de cômodo.

Mas, em meio a tantos tipos e modelos disponíveis no mercado, qual escolher? Na prática, existem dois tipos de pisos mais comuns: os pisos cerâmicos e os de madeira.  Quer saber qual a melhor opção para sua casa? Veja as diferenças e características de cada um desses pisos e acerte na escolha!

Piso de cerâmica

Tipo de piso frio, os pisos cerâmicos, sobretudo os porcelanatos, ganham cada vez mais os lares e construções do mundo inteiro. Também, pudera: modernos, eles podem ser encontrados em diferentes cores, modelos, estampas, tamanhos e acabamentos.  Ou seja, contam com opções para todos os gostos e bolsos!

Trata-se também de um material de grande resistência e durabilidade, o que os tornam ideais para as chamadas áreas molhadas, como cozinhas ou banheiros. Aliás, como podem ser utilizados em todos os cômodos, são a opção mais requisitada para quem deseja dar ‘unidade’ a casa toda, recurso de decoração muito utilizado para dar amplitude a apartamentos ou casas pequenas.

Como vivemos em um país tropical, com clima quente o ano inteiro em grande parte das regiões, a cerâmica também oferece conforto térmico, já que não retém calor, resfriando o ambiente – sabe aquela sensação de frescor que sentimos quando pisamos no piso frio em um dia de calor? Então! Por outro lado, os pisos cerâmicos podem ter certa desvantagem nos dias mais frios, já que acabam sendo menos acolhedores do que os de madeira.

Outro importante benefício dos pisos cerâmicos é a facilidade de manutenção e limpeza, o que os tornam também os revestimentos mais indicados para casas de praia e de campo, que demandam limpeza mais pesada.

Madeira

A madeira é um material nobre e clássico, o que faz com que seu preço seja também bem mais elevado. Pode ser encontrada em diferentes tipos de piso: taco, parquet, assoalho e pisos de madeira maciça, modelos comuns, principalmente em casas e apartamentos antigos; e os laminados ou carpetes de madeira, mais populares e também menos onerosos.

Por se tratar de um piso quente, tem como principal vantagem dar um clima aconchegante à decoração: por isso mesmo, é indicado para quem mora em regiões mais frias. Também costuma ser a escolha preferida para os amantes de ambientes e materiais mais clássicos e tradicionais.

Por se tratar de um material orgânico, o piso de madeira é mais sensível a líquidos, sendo recomendável, portanto, para ambientes mais secos, como quartos e salas. Também requer cuidados especiais na limpeza e na manutenção do dia a dia, já que tem desgaste mais aparente do que os pisos cerâmicos.

Quer saber mais sobre esses e outros tipos de piso, como cimento queimado, azulejos, ou pisos vinílicos e emborrachados? Contamos tudo pra você aqui!

E você, qual piso prefere? Ainda tem alguma dúvida? Compartilhe conosco!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria