8 dicas para organizar uma festa de Dia das Crianças

0
5586

Dicas para celebrar o aniversário em grande estilo, aprontar um arraial daqueles e montar uma super ceia de Natal: passamos o ano inteiro celebrando e não faltam guias na internet para auxiliar nos preparativos, não é verdade? E com o Dia das Crianças não poderia ser diferente! Pois já que o 12 de outubro está praticamente dobrando a esquina, que tal presentear os baixinhos com uma festança memorável? Pronto então para saber como organizar uma festa de Dia das Crianças especialíssima? Fique atento ao nosso passo a passo:

Organize tudo com antecedência

Festa é uma palavrinha que simplesmente não precisa ser explicada, é tudo de bom e ponto final. Exatamente por isso, nenhuma comemoração merece ser estragada com estresse, dor de cabeça ou qualquer tipo de imprevisto sem solução — principalmente se envolver os baixinhos! Afinal, ninguém quer frustrar a criançada, certo? Nesse caso, para evitar transtornos, a antecedência é a melhor amiga da (quase) perfeição. Por isso, nada de organizar a comemoração toda em cima da hora, combinado? Pense nos detalhes desde já!

Comece pelo orçamento

Não importa se você vai organizar uma festa de Dia das Crianças para os pequenos da família, para uma turma inteira da escolinha ou para todos os moradores da vizinhança. Independentemente do tamanho da comemoração, ela precisa ter um limite de cifras a ser empregado, afinal, ninguém quer promover a festança hoje para arcar com despesas dela até o ano que vem, não concorda? Exatamente por isso, coloque tudo detalhadamente em uma planilha, fazendo desse orçamento a base para toda a organização do Dia das Crianças. Com essa previsão em mãos será possível apontar possibilidades, sugerir cortes, insinuar alternativas e, acima de tudo, garantir saúde financeira para você e diversão de sobra para os baixinhos!

Defina a lista de convidados

O público da bagunça boa é formado por pequenos de até dois anos? Então o formato de celebração será um. Os baixinhos são um pouco maiores? Então é possível pensar em uma estrutura um pouquinho diferente. Ou será uma comemoração com faixas etárias bem variadas? Ao analisar tudo isso você evita se esquecer de alguém e fica mais fácil decidir o cardápio a ser servido, a decoração a ser feita e até o espaço mais adequado para receber os convidados.

Pense em um tema

Como as crianças são as figurinhas mais divertidas e democráticas do planeta, pensar na temática da festa é uma tarefa até simples. Você pode apostar em um universo dos doces, montando mesas e painéis cheios de guloseimas, pode optar por promover uma festança pedagógica, focando em letras, números ou mesmo questões importantes, como meio ambiente — para isso, abuse de enfeites e referências ao assunto. Super-heróis, princesas e todos os outros personagens que fazem a cabeça da meninada também são bem-vindos. Tudo depende do que você quer — e pode — criar! Ah, e não se esqueça de escolher músicas animadas, viu?

Escolha comes, bebes e mimos

O ideal para um cardápio infantil é combinar pequenas tentações, como doces, refrigerantes e salgados que os pequenos amam, com itens mais saudáveis, incluindo sucos, frutas e muita água! Lembrancinhas também são válidas, podendo abranger desde brinquedinhos a pecinhas artesanais, que inclusive podem ser criadas pelos próprios convidados, no melhor estilo faça você mesmo — esses momentos, aliás, são tendências distrativas bastante inteligentes e integradoras, que fazem maravilhas pelo desenvolvimento das crianças.

Defina bem local e horário

Se a festinha for mais intimista, que tal realizá-la em um parque nas proximidades ou mesmo na casa de algum organizador que conte com um jardim mais espaçoso? A iniciativa é escolar? Então procure um ambiente amplo, como uma quadra, um refeitório ou uma área de lazer. Se for possível, também vale a pena alugar um salão especializado em comemorações desse tipo. Alguns, aliás, inclusive já oferecem brinquedos, monitores e atividades lúdicas no pacote de serviços prestados! O horário também deve ser pensado com carinho. O ideal, no caso de uma festinha para o Dia das Crianças, é realizá-la no finzinho da tarde, quando as temperaturas já estão mais agradáveis. Além disso, esse momento do dia permite encerrar a festa um pouquinho mais cedo, liberando pais e filhos para recarregarem as energias depois da bagunça!

Lembre-se dos reforços

Se a intenção é que a comemoração seja grandiosa, conte com tutores para reforçarem o cuidado com os pequenos. Papais e mamães, é claro, estarão de olho, mas atenção extra em uma pequena multidão de baixinhos nunca é demais, certo? Para esse reforço você também pode pensar em pessoas que realizarão brincadeiras e atividades lúdicas com os convidados ou mesmo atrações específicas, como palhaços, imitadores e atores fantasiados.

Não se esqueça da limpeza

Fim de festa é só o começo de um outro momento primordial: o da arrumação! Aí, se o espaço da festinha for alugado, a tarefa fica para o locador. Já se o encontro divertido ocorrer na casa de alguém, pense em alternativas que facilitem seu trabalho, como espalhar lixeiras decoradas e fofas por todos os cantos e aposte sempre em utensílios descartáveis. Caso a festinha seja feita em conjunto, lembre-se de incluir o momento da limpeza na lista de atividades a serem distribuídas entre os organizadores! Feito isso, é chegada a hora de descansar e aproveitar a sensação de tarefa cumprida!

E então, gostou do nosso guia? Tudo certo para organizar sua festa de Dia das Crianças? Aqui no blog, aliás, não vai faltar conteúdo cheio de dicas para você! Que tal assinar nossa newsletter para ficar por dentro?

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria