6 tipos de pedras para casa e jardim

0
2816

Na hora de reformar ou construir, escolher os materiais com cuidado é fundamental para se ter um ambiente bonito e de longa durabilidade. Com as pedras, não podia ser diferente. Seja num revestimento específico, nas bancadas da cozinha, no entorno da piscina e até na decoração do jardim, existem diferentes tipos de pedras e diferentes recomendações.

Pensando nisso, listamos aqui 6 tipos de pedras para que você se inspire e saiba em que situações cada uma deve ser utilizada, trazendo requinte e conforto para sua casa. Acompanhe!

1. Granito

O granito é uma das pedras mais comuns usadas na construção e decoração. Trata-se de uma rocha natural composta de quartzo, mica e feldspato.

Por possuir baixa porosidade e alta resistência ao desgaste, o granito é indicado para tampos de mesa e bancadas de cozinha, apresentando um ótimo custo-benefício; contudo, não apresenta uma cor uniforme, havendo assim, diversas tonalidades e granulações ao longo de toda a peça.

2. Mármore

O mármore é sinônimo de elegância em qualquer ambiente, não é mesmo? Originado do calcário exposto a altos níveis de temperatura e pressão, essa rocha é bastante usada em áreas internas como revestimentos de parede, pisos e bancadas de banheiro.

O mármore possui diferentes tonalidades e é caracterizado por longos veios em toda a sua superfície. Se utilizado em áreas externas, o risco de apresentar alterações de cor e outros desgastes é grande, pois possuí um alto índice de porosidade.

3. Pedra de rio

Se sua intenção é ter um jardim que seja bonito e ao mesmo tempo natural, a pedra de rio é a sua melhor aliada. Vendida por quilograma, apresenta uma variedade de cores — desde o bege claro até o marrom.

Por não possuir formatos e tamanhos determinados, a pedra de rio traz a sensação de que, de fato, pertence ao espaço. Se você quer, além de decorar o jardim, criar um ambiente para piqueniques ou reuniões em volta da fogueira, essa é uma ótima opção, pois, além de conferir charme ao local, essa pedra é bastante confortável para se sentar.

4. Pedra vulcânica

Para criar um visual exótico e elegante, a pedra vulcânica é uma ótima opção. Dois modelos são conhecidos: o Hijau e o Hitam, ambos extraídos artesanalmente,

O primeiro tipo é composto por mais de 80% de quartzo, enquanto o segundo é uma versão de lava recente; ambos podem ser usados tanto interna quanto externamente e ficam lindos em piscinas. A única desvantagem é que o modelo Hitam é menos resistente, devido à sua maior porosidade.

5. Limestone

Quando o assunto é o uso de materiais nobres na arquitetura e na decoração, a limestone se destaca entre os diversos tipos de pedras. Ela é formada por grãos de calcário e indicada para espaços internos, seja em pisos, soleiras, mesas ou balcões.

As principais vantagens dessa pedra estão no fato de não absorver calor e de apresentar grande longevidade. Contudo, ela permite a infiltração de líquidos perdendo, assim, a resistência; dessa forma, evite usá-la em áreas molhadas ou úmidas.

6. Dolomita

Outra pedra usada para embelezar o jardim é a dolomita. Ela é coringa quando deseja-se um jardim com pedra branca. Essa coloração característica dá destaque a qualquer projeto de jardinagem e sua variedade de tamanhos a torna versátil tanto para ser usada diretamente no solo como também em vasos.

O único problema é que se há um tráfego intenso sobre esse tipo de pedra, ela pode tornar-se “amarronzada”, devido ao contato direto com o solo e com os calçados.

Quanto o assunto é casa e jardim, os mais diferentes tipos de pedras não são apenas sinônimo de beleza e sofisticação, mas também de durabilidade e aconchego. Usando os modelos certos para cada espaço, é possível criar ambientes dignos de capa de revista.

Esperamos que esse artigo seja útil e te ajude a decidir que tipo de pedra escolher para o seu lar. Gostou da postagem? Então assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades da Casa Show!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria