6 mitos sobre jardinagem que você deve esquecer

0
1227

Você adora cuidar de plantas e um dos seus hobbies é justamente se dedicar à jardinagem? Passa horas podando, regando e plantando novas mudas sem nem ver o tempo correr? Possivelmente você leva jeito para a coisa, mas, como não é especialista, corre o risco de acreditar e propagar alguns mitos de jardinagem. Confira a seguir os principais mitos de jardinagem, desmitifique essas ideias e fique a um passo de se tornar um verdadeiro expert no assunto! Então vamos lá?

É possível plantar em qualquer terra

Essa é uma mentira das grandes! As plantas não se desenvolvem bem em solos duros e pouco adubados, por exemplo. Por isso, quando as condições são essas, é preciso trabalhar bem a terra, revirá-la com o auxílio de uma pá e deixá-la pronta para receber as espécies. Isso certamente facilitará a adubação e a circulação do ar, tão necessárias para o cultivo.

Areia melhora o solo argiloso

Esse mito de jardinagem é super comum, mas é melhor que ele caia por terra logo, afinal, não passa de uma inverdade. A menos que você queira que o solo vire cimento, o ideal é adicionar matéria orgânica em vez de areia. Sendo assim, invista nos compostos para que o solo realmente fique favorável ao cultivo.

Nada de adubo e de culpa

É mito também! O adubo é simplesmente indispensável para que as plantas cresçam fortes e saudáveis. Assim, independentemente da espécie escolhida, realize o processo de adubação, seja com um composto natural ou mesmo com algum industrializado. O adubo pode ser feito com esterco de vaca ou húmus de minhoca para acelerar a fertilização do solo, mas você também pode investir em adubos encontrados em home centers e casas de jardinagem, igualmente eficazes para o propósito.

Todas as plantas gostam de luz direta

Nem sempre, viu? Há espécies que sobrevivem muito bem em ambientes com sombra total ou meia sombra. Na verdade, a maioria das plantas prefere a incidência de luz indireta! Isso significa que o jardim deve ser um espaço arejado e iluminado, mas cuja luz solar não incida diretamente sobre as plantinhas. De todo modo, procure saber as especificidades de cada exemplar botânico do seu jardim, afinal, cada espécie requer cuidados diferentes e se dá bem em condições climáticas distintas.

Plantas nos vasos não precisam de cuidados

Verdade seja dita: as plantas nos vasos demandam cuidados diferentes das plantas no solo, no entanto, também precisam ser muito bem tratadas. As raízes, o caule e as folhas necessitam de nutrição, rega e poda. Além disso, é preciso redobrar a atenção no manuseio, pois as plantas de vaso costumam ser mais sensíveis. É importante também que se opte por vasos com furinhos no fundo, para que a drenagem da água seja feita, impedindo, assim, que o recipiente encharque e as raízes apodreçam.

Basta plantar e esperar

Não é tão simples assim! Se você espera que a planta se desenvolva bonita, forte e saudável sem seus cuidados regulares, é melhor desistir da ideia e buscar logo outro hobby. Algumas plantas requerem rega semanal, enquanto outras tantas precisam de rega até mais de uma vez por dia. Como se não bastasse, eventualmente você precisará combater pragas e fazer a compostagem, sempre levando em consideração a época de frutificação e de florada de cada plantinha. E tudo isso demanda tempo e dedicação! Dá trabalho, mas é recompensador. Você está realmente disposto?

Viu quantos mitos são contados e reforçados de geração em geração? Que tal quebrar esse ciclo de inverdades hoje mesmo e começar a cultivar as plantinhas do jeito certo? Compartilhe a verdade com seus amigos que também curtem jardinagem e não deixe de comentar aqui para dividir suas impressões e experiências conosco! Participe!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria