6 dicas para fazer reformas e continuar morando na casa

0
1361

 

Para muitas pessoas, reformar é sinônimo de bagunça, poeira, barulho, entulho e muita dor de cabeça, não é mesmo? E os transtornos ainda aumentam quando a obra é feita com os moradores dentro de casa. Nesse caso, a rotina é inevitavelmente afetada e o estresse pode pegar os membros da família de jeito. Melhor se prevenir, não concorda? Assim, se você está pensando em reformar sem sair da residência, confira agora mesmo nossas dicas e adote alguns cuidados para minimizar os inconvenientes e tornar esse processo bem mais tranquilo. Então vamos lá?

Monte o cronograma da obra de acordo com a rotina dos moradores

Converse com os profissionais envolvidos na reforma e os informe sobre os horários da família. Desse modo será possível montar um cronograma adequado à rotina dos moradores. Isso não vai acabar completamente com o incômodo, pois as obras inevitavelmente afetam o andamento da casa, mas a precaução certamente fará com que a reforma atrapalhe menos.

Escolha profissionais bastante caprichosos e organizados

Não basta simplesmente contratar mão de obra qualificada. Se você pretende fazer uma reforma morando na casa, é importante optar por profissionais caprichosos, cuidadosos e organizados. Peça referências prévias, procurando saber se o trabalhador ou a equipe costuma deixar a área de trabalho bagunçada demais. Além disso, solicite a retirada do lixo acumulado a cada final de jornada, de modo a deixar o ambiente minimamente habitável para receber a família.

Proteja e armazene adequadamente seus móveis e objetos

Antes de iniciar a quebradeira, retire os objetos do cômodo a ser reformado e, se possível, coloque as miudezas em caixas etiquetadas. Assim vai ficar mais fácil organizar o ambiente após toda a reforma. Esse cuidado também impede que artigos mais frágeis e menores fiquem perdidos ou acabem se quebrando. Já os itens maiores podem, sim, ser mantidos no espaço, mas devem ser cobertos com papelão e lona para evitar danos.

Cogite assentar piso sobre piso para evitar a quebradeira

Um dos procedimentos que gera mais bagunça e incômodo em uma obra é quebrar o piso. Para minimizar esse transtorno, vale a pena apostar no assentamento de piso sobre piso, técnica feita com a chamada argamassa cola. Outra boa opção para evitar o caos é investir nos pisos laminados e nos vinílicos, que não produzem barulho ou sujeira excessiva em sua instalação.

Adote o papel de parede como uma alternativa à pintura

Se você quer fugir do cheiro de tinta e da sujeira provocada pela preparação das paredes e pela pintura em si, que tal substituir a pintura pelo papel de parede? Além de ser uma opção bonita e com um ótimo custo-benefício para renovar os ambientes, a aplicação do papel é prática, rápida e infinitamente mais limpa do que a pintura.

Conte sempre com a possível ocorrência de imprevistos

Mesmo com todos esses cuidados, lembre-se de que imprevistos sempre podem acontecer. Assim, conte com esses contratempos e trabalhe sua paciência, pois reformas com surpresinhas envolvem atrasos, gastos não programados, quebradeiras extras e retrabalho. É claro que, com um bom planejamento, imprevistos podem ser minimizados, mas se eles ocorrerem, o segredo é ter jogo de cintura para lidar o mais tranquilamente possível com as consequências.

Agora nos conte se você já passou por esse tipo de experiência antes! Quais foram as maiores dificuldades encontradas pelo meio do caminho? Tem outras dicas para sugerir e enriquecer nosso post? Comente e compartilhe suas histórias conosco!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria