6 dicas para acertar na escolha dos pisos para a casa

1
1478

6 dicas para acertar na escolha dos pisos para a casa1

Decidir que tipo de piso colocar na casa parece tarefa das mais simples, mas a verdade é que são vários os detalhes a serem observados nesse processo. Afinal de contas, mais do que uma decisão pautada somente na estética, a compra do acabamento também deve levar em consideração a durabilidade, o nível de absorção de água, a segurança, o custo-benefício, o estilo, o ambiente onde será instalado, além de cuidados específicos no assentamento, na limpeza e na manutenção do material. Está construindo ou reformando sua casa e ainda não escolheu o novo piso? Então continue lendo o nosso artigo e confira as dicas que preparamos para fundamentar e facilitar sua escolha! Pronto para saber como escolher pisos para a casa? Então acompanhe:

Planeje bem a compra

Antes de efetivamente comprar o piso, faça um planejamento detalhado para definir de que tipo de material o ambiente da casa precisa. Nesse momento, é importante considerar se há idosos ou crianças morando na residência, porque nesse caso o ideal é que áreas mais úmidas e escorregadias — como o banheiro, a cozinha e a lavandaria — recebam um acabamento antiderrapante. Vale ressaltar que o planejamento diminui as chances de se comprar por impulso, fazendo escolhas impensadas e acabando por se arrepender posteriormente.

Respeite seu orçamento

Procure adequar a escolha do piso ao orçamento que você tem disponível. Se a verba é um tanto quanto curta e você sonha com vários metros quadrados de um porcelanato que extrapola as expectativas, vale se lembrar que existem sim opções igualmente bonitas e mais acessíveis no mercado! É o caso dos pisos cerâmicos e de alguns tipos de porcelanato. Para economizar, considere também as dimensões do espaço. Como as despesas com piso normalmente equivalem a 3% dos custos totais da obra, atentar-se às medidas dos ambientes é uma boa maneira de comprar a quantidade certa de material e evitar desperdícios.

6 dicas para acertar na escolha dos pisos para a casa

Pense no estilo decorativo

Leve em conta também o estilo da decoração para acertar na escolha do piso. Em ambientes mais clássicos e sofisticados, materiais como porcelanato e mármore costumam cair como uma luva.  Decorações modernas, por sua vez, podem apostar sem medo na tendência dos porcelanatos que fazem as vezes de um acabamento de cimento queimado, assim como podem investir nos azulejos hidráulicos, fazendo um contraponto interessante.

Combine estética com qualidade

Hoje em dia, o mercado disponibiliza uma enorme quantidade de tipos de pisos e revestimentos. São materiais, cores, texturas, tamanhos, acabamentos e formatos extremamente diferentes. Há até os pisos 3D, que trazem uma aparência inovadora para os espaços! Com tanta oferta, acaba sendo muito fácil ficar confuso, não é mesmo? Mas você precisa sempre ter como foco a combinação de estética e qualidade em suas escolhas. Então opte, claro, por produtos bonitos, mas não permita que a beleza o faça negligenciar fatores como durabilidade, uniformidade das peças, facilidade de manutenção e reputação da marca. Combinado?

Acerte na escolha das cores

Assim como as cores da parede, os tons do piso também exercem um enorme efeito estético e sensorial nos ambientes, transmitindo a ideia de amplitude ou acolhimento, de alegria ou sobriedade. Pisos claros, em tonalidades de branco ou bege, fazem os espaços parecerem maiores do que realmente são, além de criarem um resultado clean e moderno no projeto. Cores escuras, por sua vez, são mais rústicas, sérias e tornam o espaço menor. Por fim, tons vibrantes agregam alegria e vida à décor, sendo indicados para propostas mais informais.

Conheça os tipos de piso

Para que você não se engane e acabe levando para casa um piso inadequado, é indispensável que você conheça as características básicas dos tipos de revestimentos e saiba para quais ambientes eles são mais indicados. Dê só uma olhadinha:

  • Cerâmica: trata-se de um piso frio, que tem como pontos fortes a praticidade — é super fácil de limpar, além de poder ser usado em áreas internas e externas — e o ótimo custo-benefício. Fora isso, vale dizer que a cerâmica pode ser encontrada tanto em versões lisas como em alternativas estampadas ou texturizadas.
  • Porcelanato: esse é um piso cerâmico produzido com matérias-primas mais nobres, o que faz com que seu acabamento seja igualmente mais sofisticado. Seu ponto forte é a baixa absorção de água e o fato de poder ser usado em qualquer parte da casa.

E aí, gostou das nossas dicas de como escolher pisos para a casa? Que tal então aproveitar o embalo para aprender um pouco mais sobre as diferenças entre a cerâmica e o porcelanato? Só não se esqueça de voltar aqui para nos contar o que escolheu no fim das contas, ok?

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria

Comments are closed.