6 dicas para montar seu enxoval de bebê

0
780

A gestação é um dos períodos mais especiais na vida das mulheres, não é mesmo? E durante os meses de ansiosa espera, a futura mamãe precisa organizar a vida e a casa para receber o bebezinho, incluindo aí a montagem do enxoval. E essa tarefa demanda cuidados específicos para não cometer erros na hora das compras. Quer saber como montar o enxoval do seu pequeno? Então confira agora mesmo nossas dicas para simplificar a deliciosa missão de organizar a casa, preparar o quartinho e comprar as roupinhas do seu baby. Vamos lá?

Planeje bem as compras

Como o universo infantil é simplesmente encantador, você provavelmente ficará confuso quando sair para fazer compras de roupinhas, acessórios e móveis. A tendência é que você queira levar tudo para casa! Mas o problema é que isso compromete o aproveitamento do espaço e também o orçamento familiar. Para não exagerar na dose e acabar ficando no vermelho, o ideal é planejar as compras previamente, fazer as aquisições gradualmente, além de elaborar listas para nortear suas escolhas. Se possível, pesquise e compare preços antes de tomar suas decisões. Evite compras por impulso!

Foque nos itens essenciais

Quando se trata da montagem de enxovais infantis, é importante adotar o mantra de que menos é mais — até porque a criança provavelmente ganhará vários presentes, fazendo com que os pais não precisem exagerar nas compras. Com isso em mente, o melhor é focar nos itens essenciais e, à medida que o bebê for crescendo e novas necessidades forem surgindo, vai-se completando o kit. Os artigos que definitivamente não podem faltar são os macacões, as camisetas, calças compridas, os casaquinhos, as mantas e alguns poucos sapatinhos. Além disso, é indispensável providenciar itens de higiene, como uma escova macia para os cabelos, mamadeiras, bebê conforto, carrinho e assim por diante.

Garanta conforto e segurança

Antes de pensar na beleza das peças, é preciso pensar no conforto e na segurança da criança, tomando cuidado com zíperes, botões, tecidos duros e ásperos demais, capuzes e cordões. A ABNT já inclusive estabeleceu normas para a moda infantil, a fim de evitar possíveis engasgos, desconfortos e sufocamentos. De acordo com esse regulamento, as marcas devem ter botões, etiquetas e apliques bem fixos e os cordões não podem ser muito compridos. Vale ressaltar que os sapatos devem ser maleáveis, pois, se forem firmes demais, podem prejudicar os movimentos e alterar o crescimento saudável dos pés dos pimpolhos.

Considere a época do ano

Se o bebê vai nascer no inverno, invista em tecidos quentinhos, como flanela, moletom, plush e veludo de algodão. As roupinhas de lã, náilon e soft são permitidas, porém não devem ficar em contato direto com a pele da criança. Caso o nascimento do seu filho esteja previsto para o verão, priorize peças mais frescas, de malha de algodão, por exemplo.

Observe o tamanho dos itens

Definitivamente não é uma boa ideia fazer estoque de roupas, até porque os bebês crescem muito rapidamente e pode ser que nem cheguem a usar tudo o que você comprou. Sendo assim, a melhor estratégia é escolher cuidadosamente o tamanho dos itens. Peças no tamanho RN, por exemplo, não devem ser compradas em excesso. Para os primeiros meses do bebê, o tamanho P é mais indicado. Nesse caso, se for preciso, dobre as mangas e as barras. Atente-se também às modelagens, pois elas podem variar de uma marca para outra.

Organize o quarto de maneira funcional

A montagem do enxoval também envolve os detalhes do quartinho. Nesse sentindo, os pais pensam muito nas cores e no tema, mas muitas vezes desconsideram a funcionalidade do espaço. Para que isso não aconteça com você, organize o ambiente de modo que ele seja prático para amamentar, trocar o bebê, receber visitas e limpar. Uma cômoda com trocador e um berço são móveis que não podem faltar. Nichos organizadores e guarda-roupas também são bem-vindos, desde que a área de circulação seja preservada. Não se esqueça também de adquirir lixeira, cadeira de amamentar e uma garrafa térmica para manter a água aquecida na hora de trocar o pequeno. Quanto a itens como móbiles, almofadas e protetores de berço, eles devem ser usados com moderação, pois alguns podem até comprometer a segurança do bebê. Escolha com sabedoria!

E então, gostou das nossas dicas para montar seu enxoval de bebê? Ficou ainda alguma dúvida ou tem sugestões a acrescentar? Compartilhe suas opiniões e experiências conosco! Participe!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria