5 dicas para escolher revestimentos para sua cozinha

0
1550

Um dos aspectos mais importantes na reforma ou na construção de cozinhas é a escolha dos pisos e revestimentos, afinal, além de cumprirem um papel estético no ambiente, eles também interferem na funcionalidade e na própria higiene do espaço. Como são muitos os tipos de revestimentos disponíveis no mercado, com modelos, cores, tamanhos, materiais e formatos diferentes, confira agora mesmo as dicas que preparamos para que você não se perca em meio a esse enorme mar de possibilidades! Vamos lá?

Considere o estilo da decoração

Na hora de escolher revestimentos para sua cozinha, considere o estilo geral do restante da décor e procure seguir um conceito. Se a decoração é moderna, irreverente e divertida, aposte em revestimentos coloridos. Caso a cozinha seja mais clássica e tradicional, prefira revestimentos brancos, em cerâmica ou porcelanato. Já se sua cozinha tem uma pegada vintage, aposte em azulejos hidráulicos, que voltaram com tudo!

Pense na qualidade do material

Ao comprar revestimentos para a cozinha, não observe apenas o preço e a beleza do material, mas foque também na qualidade do produto, optando por marcas confiáveis e avaliando o custo-benefício das peças, levando em conta aí a durabilidade, a impermeabilidade e a garantia do revestimento. Lembre-se de que produtos baratos demais tendem a ser mais frágeis e apresentar irregularidades, fazendo com que, nesse caso, a economia inicial custe caro posteriormente.

Escolha cores por seus efeitos

Você sabia que os revestimentos também têm potencial de criar efeitos e sensações nos ambientes? Revestimentos em tons de laranja, vermelho ou amarelo, por exemplo, alegram a cozinha, mas também são capazes de despertar o apetite. Revestimentos claros, por sua vez, ampliam o espaço visualmente e transmitem a sensação de limpeza. E então, que efeito deseja obter?

Opte por revestimentos práticos

Os revestimentos não só embelezam a cozinha, como também protegem o local da umidade, da sujeira e dos resíduos de gorduras e alimentos. Daí a importância de optar por materiais resistentes, práticos e fáceis de limpar. Nesse sentido, tanto a cerâmica como o porcelanato são altamente recomendados. Já revestimentos mais porosos devem ser evitados a todo custo!

Diferencie os tipos de revestimento

  • Pastilhas: essas pequenas peças decorativas feitas de vidro, resina ou cerâmica podem ser encontradas em diversas tonalidades e podem ser aplicadas facilmente na parede.
  • Azulejos hidráulicos: os ladrilhos hidráulicos são revestimentos artesanais coloridos feitos à base de cimento. Para potencializar o efeito decorativo, é interessante colocá-los na parede ao fundo da pia e, se quiser aliar a beleza dos azulejos hidráulicos com a resistência dos revestimentos cerâmicos, aposte em um porcelanato estampado.
  • Cerâmica: esse é um revestimento tradicional produzido a partir de argila e várias outras matérias-primas inorgânicas queimadas. A aparência desse revestimento pode ser mais rústica ou mais requintada, a depender do produto que você escolher.
  • Porcelanato: elegante e fácil de limpar, o porcelanato é super recomendado para cozinhas porque é resistente e apresenta menor absorção de água do que muitos dos outros tipos de revestimento.

Agora que você já conhece pelo menos o básico, comente aqui e nos conte se já fez uma listinha de preferidos! Compartilhe seus gostos e planos conosco!

Casa Show - Guia de pequenos reparos - Parte 1 Alvenaria